Adro

From eViterbo
Revision as of 18:06, 14 August 2022 by Alice (talk | contribs) (Substituição de texto - "==Referências bibliográficas==" por "==Notas== <!-- As notas e a bibliografia que foi, de facto, usada para construir a informação. Atenção: Chicago Manual Style 17th edition (note), notas" ou seja ou sistema "shortened notes--> <references />")
(diff) ← Older revision | Latest revision (diff) | Newer revision → (diff)
Jump to navigation Jump to search

Parece derivado do Latim Atrium, mas não tem no Português todos os significados de Atrium. Da maior parte deles faço menção na dicção Átrio, como verás (se és curioso deste género de Erudição). No Martirológio em Português, por Adro se entende cemitério, porque antigamente não se enterravam os cristãos nas Igrejas nem ao pé dos Altares, por respeito ao Corpo e Sangue de Jesus Cristo, que nos ditos lugares se consagra, mas nos Adros das Igrejas, a saber na entrada, e diante da porta principal delas se abriam as sepulturas, por isso entre outros significados Atrium veio também a significar cemitério, como consta destes versos de Eduardo, In Graecismo, cap.11. Atria dic Aulas, aede et cemitaria dicas / et loca sacrorum, etc. Em Roma no Adro de Aproniano, dia de S. Eugénia, Virgem. Martiriolog. em Portug. 367. Hoje chamamos Adro o Tabuleiro, ou praça diante da porta principal de uma igreja e assim dizemos, o Adro de S. Roque, etc[1].

Notas

  1. Bluteau, Vocabulario Portuguez e latino (Tomo I: Letra A), 136.

Bibliografia e Fontes

  • Bluteau, Rafael. Vocabulario portuguez e latino, aulico, anatomico, architectonico, bellico, botanico, brasilico, comico, critico, chimico, dogmatico, dialectico, dendrologico, ecclesiastico, etymologico, economico, florifero, forense, fructifero... autorizado com exemplos dos melhores escritores portugueses, e latinos... Tomo I: Letra A. Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1712.