Armador-mor

From eViterbo
Revision as of 18:08, 14 August 2022 by Alice (talk | contribs) (Substituição de texto - "==Referências bibliográficas==" por "==Notas== <!-- As notas e a bibliografia que foi, de facto, usada para construir a informação. Atenção: Chicago Manual Style 17th edition (note), notas" ou seja ou sistema "shortened notes--> <references />")
(diff) ← Older revision | Latest revision (diff) | Newer revision → (diff)
Jump to navigation Jump to search

(1) Ofício na corte e reino de Portugal Vid. Armeiro-mor. Foi instituído o ofício de armador-mor. Faria, Noticias de Portug. pag. 61.

(2) Armador de navios. Aquele que com licença do príncipe arma contra ao inimigo um ou muitos navios de guerra. Difere de pirata porque este não tem licença para armar. Também se chama armador àquele que tem parte e está interessado neste género de navios. Belicae ou piraticae navis cum Regis facultate instructor, is. Masc. Aos armadores de fustas acedeu de forte. Lucena, Vida do S. Xavier, fol. 316, col. 2.

(3) Armador de Igrejas. O oficial que com volantes, almofadas e outros tecidos orna as igrejas. Textilium ornatuum in templis instructor ou qui templorum tecta et parietes textilibus vestit ornamentis.

(4) Armador de Tapeçarias. Aula, orum ou peripetasmatum instructor[1].

Notas

  1. Bluteau, Vocabulario Portuguez e latino (Tomo I: Letra A), 498.

Bibliografia e Fontes

  • Bluteau, Rafael. Vocabulario portuguez e latino, aulico, anatomico, architectonico, bellico, botanico, brasilico, comico, critico, chimico, dogmatico, dialectico, dendrologico, ecclesiastico, etymologico, economico, florifero, forense, fructifero... autorizado com exemplos dos melhores escritores portugueses, e latinos... Tomo I: Letra A. Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1712.