Cofre (Mosteiro dos Jerónimos)

From eViterbo
Revision as of 12:43, 18 August 2022 by Alice (talk | contribs) (Substituição de texto - "==Referências Bibliográficas == <references />" por "==Notas== <!-- As notas e a bibliografia que foi, de facto, usada para construir a informação. Atenção: Chicago Manual Style 17th edition (note), notas" ou seja ou sistema "shortened notes--> <references />")
(diff) ← Older revision | Latest revision (diff) | Newer revision → (diff)
Jump to navigation Jump to search
Cofre
Data 1560-1570
Género Ourivesaria
Técnica Prata dourada, relevada e incisa e espelhos, suporte em madeira
Dimensões 43  × 34 
Localização Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa

Historial

Cofre que figurou na Exposição Retrospectiva de Arte Ornamental Portuguesa e Espanhola de 1882, na Sala G com o número 787.

Segundo o catálogo da exposição data do século XVIII e pertencia à Irmandade do Sacramento da Freguesia de Belém. É apresentando com a seguinte descrição: "Cofre de prata dourada com tampa levantada, e servindo-lhe de remate o agnus. Parte da sueprficie formada por laminas de espelho embricadas; as paredes com arcadas de espelhos, separadas por pilastras, a que estão encostadas as estatuetas dos doze Apostolos. Na base seraphins e medalhões."

Segundo a página de inventário do MatrizNet, data da segunda metade do século XVI e provém do Mosteiro de Santa Maria de Belém (Jerónimos).

Descrição

"Cofre em prata dourada com tampa em forma de telhado tendo com remate o agnus dei e duas albarradas nos extremos. O corpo é forma por uma arca decorada com arcadas tendo nas pilastras figurações de meio relevo com um apostolado. A base é decorada por querubins e a simalha com enrolamentos e romãs. Todas as superficies lisa são forradas de espelhos"[1].

Notas

Bibliografia e Fontes

  • Catalogo illustrado da exposição retrospectiva de arte ornamental portugueza e hespanhola. Lisboa: Imprensa Nacional, 1882.
  • Viterbo, Francisco de Sousa, Exposição d’Arte Ornamental. Notas ao Catalogo. Lisboa: Imprensa Nacional, 1883.

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo