Agostinho de Aguiar

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Agostinho de Aguiar
Outras Grafias EQUAL
Nascimento c. 1576
Sexo masculino
Religião cristão-velho

Biografia

Dados biográficos

Vivia com a sua mulher na rua da Jubetaria Velha em Lisboa, na freguesia da Conceição. Aparece mencionado nos Cadernos do Promotor da Inquisição de Lisboa[1] a propósito de um papel que ele e outros artífices, encarregados de trabalhar nas obras do sepulcro das "endoenças" na igreja de Nossa Senhora da Conceição, encontraram e que julgavam conter heresias. O processo decorreu entre 24 de abril e 7 de maio de 1609. Tinha nessa data, segundo consta do seu interrogatório, 33 anos. Os outros artífices eram os carpinteiros Lourenço Pires, morador na Rua de São Boaventura e Manuel Lobato, morador na Rua da Barroca[2].

Carreira

Outras informações

Obras

Referências bibliográficas

  1. Arquivo Nacional da Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 204, fls. 594-602v.
  2. Viterbo, Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal (3ª série), 31-36.

Bibliografia e Fontes

  • Viterbo, Francisco de Sousa. Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1911 (3ª série).
  • Arquivo Nacional da Torre do Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Inquisição de Lisboa, liv. 204, fls. 594-602v

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo