Aires Pinto de Sousa Coutinho

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Aires Pinto de Sousa Coutinho
Nome completo Aires Pinto de Sousa Coutinho
Outras Grafias Ayres Pinto de Sousa
Pai Luís Pinto de Pinto de Sousa Coutinho
Mãe Catarina Micaela de Sousa César de Lencastre
Cônjuge valor desconhecido
Filho(s) valor desconhecido
Irmão(s) valor desconhecido
Nascimento 12 maio 1778
Lamego, Viseu, Portugal
Morte 21 maio 1836
Oeiras, Lisboa, Portugal
Sexo Masculino
Religião valor desconhecido
Cargos
Data Início: 15 de dezembro de 1809
Fim: 14 de maio de 1817


Biografia

Dados biográficos

Carreira

Aires Pinto de Sousa Coutinho foi o sexto Capitão General dos Açores. Nesse cargo, com vista à melhoria das condições de defesa das ilhas, promoveu uma série de ações de qualificação dos efetivos militares e de infraestruturação e fortificação do arquipélago, em particular da Terceira, ilha sede da capitania, mas também das ilhas do Faial e de São Miguel. Durante o seu governo fundou-se a Academia Militar da Ilha Terceira e ordenaram-se missões para inspecionar e reedificar as fortificações das ilhas. Em São Miguel essa missão foi atribuída ao capitão-engenheiro Francisco Borges da Silva. Na Terceira, com forte impacto no ordenamento do território, iniciou a construção da estrada militar entre Angra e a Praia, pelo interior da ilha, e na sede da capitania mandou construir uma nova bateria acima do Forte de Santo António do Monte Brasil.

Outras informações

Obras

Decidiu instalar a Academia Militar numa das alas do antigo pátio dos estudos do antigo colégio dos jesuítas, edifício onde funcionava já o celeiro público. Será da sua autoria o projeto de adaptação que, aproveitando o pé direito alto, dividiu em dois andares a área reservada à Academia, permitindo a construção de três salas de aula e um gabinete para servir de secretaria. Obra finalizada a 1 de novembro de 1811.

Notas


Fontes

Bibliografia

Costa, Félix José da. Memória sobre a antiga academia militar da ilha Terceira. Angra do Heroísmo: Imprensa do governo, 1847.

Ligações Externas

http://www.culturacores.azores.gov.pt/ea/pesquisa/Default.aspx?id=10216

Autor(es) do artigo

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

Citar este artigo