António Pereira do Lago

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


António Pereira do Lago
Nome completo António Bernardino Pereira do Lago
Outras Grafias valor desconhecido
Pai António José Pereira do Lago
Mãe Maria Micaela
Cônjuge valor desconhecido
Filho(s) valor desconhecido
Irmão(s) valor desconhecido
Nascimento 1777
Torres Novas, Santarém, Portugal
Morte 30 março 1847
Lisboa, Lisboa, Portugal
Sexo Masculino
Religião valor desconhecido
Residência
Residência Lisboa, Lisboa, Portugal
Data Início: 1797

Residência Recife, Pernambuco, Brasil
Data Início: 1805
Fim: 1823

Residência Lisboa, Lisboa, Portugal
Data Início: 1835
Fim: 1847

Formação Engenharia Militar
Postos
Posto Capitão Engenheiro
Data Início: 1805
Fim: 1809

Posto Sargento-mor
Data Início: 1810
Fim: 1811
Arma Engenharia

Posto Major
Data Início: 1812
Fim: 1815
Cargos
Cargo Engenheiro
Data Fim: 10 de fevereiro de 1829
Actividade
Actividade Desenho de fortificação
Data Início: 1808
Fim: 1815
Local de Actividade Recife, Pernambuco, Brasil

Actividade Desenho urbano
Data Início: 1809
Fim: 1809
Local de Actividade Recife, Pernambuco, Brasil

Actividade Desenho cartográfico
Data Início: 1819
Fim: 1823
Local de Actividade São Luís, Maranhão, Brasil

Actividade Autoria de texto
Data Início: 1821
Fim: 1821
Local de Actividade São Luís, Maranhão, Brasil

Actividade Autoria de texto
Data Início: 1834
Fim: 1834
Local de Actividade Lisboa, Lisboa, Portugal


Biografia

Dados biográficos

António Bernardino Pereira do Lago nasceu em Torres Novas em 1777, e morreu em Lisboa em 30 de março de 1847, com cerca de 70 anos de idade, segundo informação apresentada por Sousa Viterbo[1]. Foi comendador da Ordem de Aviz e brigadeiro reformado do Real Corpo de Engenheiros. Era filho de D. Maria Micaela e do Dr. António José Pereira do Lago, e a família morava, em 1797, em Lisboa, "na rua que vai do Duque do Cadaval para a rua Nova do Carmo"[2].

É o próprio quem explica a sua formação afirmando que “destinando-o a sua educação à carreira de letras, teve os estudos de latim, retórica, filosofia e na Universidade de Coimbra fez atos do primeiro e segundo ano jurídico e chamando-o a sua inclinação ao serviço militar de V.A.R., assentou praça na companhia dos guardas marinhas, em cuja real academia estudou matemática, astronomia e artilharia obtendo o premio dado aos mais aplicados, e sendo segundo tenente de marinha e tendo feito viagens aos diferentes portos do Brasil, foi estudar o curso militar na Real Academia de Fortificação, Artilharia e Desenho, merecendo sempre ser premiado”[3].

É provável que a “inclinação ao serviço militar” tenha sido “ajudada” por uma denúncia feita ao Tribunal do Santo Ofício da Inquisição de Lisboa. O Padre José Maria, da Congregação do Oratório, diz em 24 de junho de 1797 que "falando casualmente com António Bernardino Pereira do Lago, estudante de leis na Universidade de Coimbra, e atualmente morador ao Rocio, defronte do páteo do Duque, entre outras coisas que lhe ouvi dizer: primeiramente que ele não admitia a escritura e a tinha como um invento dos homens, e percebi que era incrédulo e em segundo lugar que lia os livros proibidos sem licença, nem fazia tenção de a pedir" [2].

Entre 1805 e 1823, há um conjunto de trabalhos cartográficos que o colocam na capitania de Pernambuco, tendo realizado levantamentos também na capitania do Maranhão.

Segundo Viterbo, por decreto de 10 de fevereiro de 1829, em conformidade com o parecer do Conselho Militar - criado por decreto de 11 de Agosto de 1828 -, Pereira do Lago foi demitido do serviço, juntamente com outros oficiais, sendo, então, coronel do Real Corpo de Engenheiros[1]. A sua identificação com as correntes liberais obrigaram-no ao exílio[4]. Entre 1829 e 1834, esteve em Inglaterra, Bélgica e França, pois ele próprio assim o indica no título do livro que publica em Lisboa em 1834[5], mais precisamente, Cinco annos de emigração em Inglaterra, na Belgica e na França.

Após a vitória do partido liberal de D. Pedro I, entre 1834 e até, pelo menos,1839, integrou a Comissão de Liquidação da dívida aos militares, criada por decreto de 23 de Junho de 1834[6].

Carreira

Pelo requerimento que fez ao Príncipe Regente D. João em 1805, e tendo em conta as indicações constantes nos trabalhos cartográficos, sabe-se que, pelo menos, entre aquele ano e 1809, ocupou o posto de capitão engenheiro na capitania de Pernambuco[3]. No mesmo requerimento, identificava-se como substituto da cadeira de artilharia da capitania de Pernambuco, o que implica que poderá ter lecionado na Aula Militar do Recife. Em 1811, é identificado como sargento-mor do Real Corpo de Engenheiros na capitania de Pernambuco. Entre 1812 e 1815, aparece como "Major do Real Corpo de Engenheiros na mesma capitania". Ainda, em 1815, terá sido promovido a tenente coronel e, em 1819, é já identificado como Coronel do Real Corpo de Engenheiros, posto que ocupará até a sua demissão em 1829. Não se encontrou outra informação relativa ao posto de brigadeiro citado por Sousa Viterbo.

Outras informações

Obras

Sousa Viterbo cita três obras da autoria de António Pereira do Lago, e indica que o seu nome vem mencionado no Dicionário Bibliográfico de Innocencio da Silva. Refere-se aos seguintes trabalhos: "Memoria descriptiva da ilha de S. Luiz no Maranhão" (Correio Brasiliense, 26, (1821); "Observações meteorologicas feitas na cidade de S. Luiz do Maranhão", 1821 (Annaes das sciencias, das artes e letras 16, (1822): 54-80); e, a um livro publicado em Lisboa em 1834, em forma de cartas dirigidas à sua esposa com o título Cinco annos de emigração em Inglaterra, na Belgica e na França (Lisboa: [s. ed.], 1834)[1].

Além destas, conhecem-se, ainda, as seguintes publicações da sua autoria:

Roteiro da costa da provincia do Maranhão, desde Jericoacoara até á ilha de Sto João, e da entrada, e sahida pela bahia de Sto Marcos; que deve acompanhar a carta reduzida da costa da sobredita província. Lisboa / Liverpool: G. F. Harris's Widow Brothers, 1821.

Survey of the Coast of the Province of Maranham, from Jericoacoara to the Island of St. John, and of the entrance of the Bay of St. Marcos. Liverpool: F. B. Wright, 1821.

Estatistica historica-geographica da provincia do Maranhão. Lisboa: Typ. da Academia Real das Sciencias, 1822.

Carta da costa da provincia do Maranhão, levantada por observações astronomicas e trigonometricas, acompanhada de um roteiro e descripção hydrographica da mesma costa. Lisboa: Typ. da Academia Real das Sciencias, 1823.

No Arquivo Histórico do Exército, localizado no Rio de Janeiro, encontram-se os seguintes mapas de sua autoria:

Planta e Perfil da Fortaleza de Itamaracá. Autor: Capitão António Bernardino Pereira do Lago, 1808. Colorido, nanquim, tinta colorida, aquarela, com seta norte, escala em braças, papel canson, 42cm x 30cm[7].

Planta e Perfil do Forte do Mar. Autor: Capitão António Bernardino Pereira do Lago, 1808. Colorido, nanquim, tinta colorida, aquarela, com seta norte, escala em braças, papel canson, 35,5cm x 47cm[8].

Planta e Perfil do Forte Montenegro. Autor: Capitão António Bernardino Pereira do Lago, 1808. Monocromático, nanquim, com seta norte, escala em braças, papel tecido, 29,5cm x 40cm[9].

Planta e Perfil do Forte do Buraco. Autor: Capitão António Bernardino Pereira do Lago, 1808. Colorido, nanquim, tinta colorida, aquarela, com seta norte, escala em braças, papel canson, 34cm x 48,5cm[10].

Planta e Perfil do Forte do Brum. Autor: Capitão António Bernardino Pereira do Lago, 1809. Colorido, nanquim, tinta colorida, aquarela, com seta norte, escala em braças e palmos, papel canson, 33,5cm x 44cm[11].

Planta e Perfil do Forte do Gaibú. Autor: Capitão António Bernardino Pereira do Lago,1809. Colorido, nanquim, tinta colorida, aquarela, com seta norte, escala em braças, papel canson, 34cm x 45,5cm[12].

Planta do Porto e Configuração da Villa do Recife de Pernambuco levantada por António Bernardino Pereira do Lago, capitão Engenheiro da mesma capitania, 1809. Colorido, nanquim, tinta colorida, aquarela, com seta norte, escala em braças, papel canson envernizado telado, restaurado, 40,5cm x 55cm[13].

Planta topográfica do Forte de Itamaracá e terreno adjacente com diferenças de nível levantada e desenhada por António Bernardino Pereira do Lago, Sargento Mor do Real Corpo de Engenheiros empregado na capitania de Pernambuco, 1811. Colorido, nanquim, tinta colorida, aquarela, com seta norte, escala em braças, papel canson, 99,5cm x 66,5cm[14].

Planta Topográfica da Barra, Porto e Forte de Tamandaré na Capitania de Pernambuco, com entradas, fundos e diferenças de nível que por ordem régia fez o Sargento Mor António Bernardino Pereira do Lago, 1811. Colorido, nanquim, tinta colorida, aquarela, com legenda, escala em braças, papel canson, 140cm x 102cm[15].

Planta e Perfil do Forte das Cinco Pontas com as diferenças de nível. Autor: Major António B. Pereira do Lago, 1812. Colorido, nanquim, tinta colorida, aquarela, com convenções, escala em braças, papel canson, restaurado por António Grosso, em outubro de 1995, 70cm x 58cm[16].

Planta e Perfil do Fortim do Gaibú com diferenças de nível. Autor: Major António Bernardino Pereira do Lago, 1813. Colorido, nanquim, tinta colorida, aquarela, com seta norte, escala em braças, papel canson, 43cm x 55cm[17].

Planta do recife fronteiro a Pernambuco, com as diferenças de nível e projecto de o fortificar que por ordem superior levantou António Bernardino Pereira do Lago, Major do Real Corpo de Engenheiros, empregado na mesma capitania, 1814. Colorido, nanquim, tinta colorida, aquarela, com seta norte, com escala, papel canson, restaurado por Ivan de Sá, em fevereiro de 2000, 97cm x 65cm[18].

Planta e Perfil do Forte do Mar em Pernambuco. Autor: Major António Bernardino Pereira do Lago, 1815. Copiado pelo Major António Pedro Lecor em 1863, monocromático, nanquim, com seta norte, escala em braças, papel tecido, 54,5cm x 45cm[19].

Planta e Perfil do Forte do Brum em Pernambuco. Autor: Tenente Coronel António Bernardino Pereira do Lago, 1815. Colorido, nanquim, tinta colorida, aquarela, com seta norte, escala em braças, papel canson, 51cm x 46cm[20].

Planta do Forte da Ponta D'Areia na Capitania do Maranhão, seo perfil, alçado e terreno adjacente, levantada em Dezembro de 1819 pelo Coronel do R. C. de Engenheiros Antonio Bernardino Pereira do Lago. Desenhada por Joaquim Candido Guilhobel 1º Tenente graduado do R. C. de Engenheiros. Colorido, nanquim, tinta colorida, com escala, com legenda, com rosa dos ventos, papel canson, 92,5 cm x 62,5 cm[21].

Planta do Forte da Ponta D'Areia na Capitania do Maranhão, seu perfil, alçado e terreno adjacente, levantada em dezembro de 1819 pelo Coronel do R. C. de Engenheiros Antonio Bernardino Pereira do Lago. Desenhada por Joaquim Candido Guilhobel 1º Tenente graduado do R. C. de Engenheiros. Copiado por Miguel Vieira Ferreira, 2º Tenente de Engenheiros. Archivo Militar 4 de Maio de 1863. Colorido, nanquim, tinta colorida, aquarela, com escala, com legenda, seta Norte, papel canson telado, 92,5 cm x 62,5 cm. Obs: "Confere com o original". Archivo Militar 5 de Maio de 1863. José de Paiva e Silva. Cel graduado encarregdo da Sala de Desenho[22].

Mapa de parte da Costa do Maranhão desde os Mangues Verdes ate S. Marcos, ou entrada do Porto que em 1812 levantou A.B.P. do Lago Coronel do R.C. de Engenheiros. Desenhado pelo 2º Tenente de Artilharia F. R. C. de Faria em 1822. Colorido, nanquim, ferrogálica, tinta colorida, aquarela, com rosa dos ventos, com legenda, com escala, papel canson telado, 124 cm x 49 cm[23].

Mapa de parte da Costa do Maranhão desde os Mangues Verdes até S. Marcos ou entrada do Porto que em 1820 levantou António Bernardino Pereira do Lago, Coronel do Real Corpo de Engenheiros. Desenhado por J. C. Guilhobel, Primeiro Tenente do R. C. de Engenheiros. Colorido, nanquim, tinta colorida, aquarela, com legenda, com rosa dos ventos, com escala, papel canson telado, 126 cm x 73 cm. Inclui: Planta, Alçado e Perfil do Projectado Farol para a ilha de Sta. Anna[24].

Mappa da Ilha de São Luís do Maranhão levantada por Antônio Bernardino Pereira do Lago, Coronel do Real Corpo de Engenheiros. Desenhada por Joaquim Candido Guilhobel, Primeiro Tenente do Real Corpo de Engenheiros em 1820. Monocromático, nanquim, com legenda, com rosa dos ventos, com escala, papel canson telado, 100 cm x 66 cm[25].

Carta Geral da Província do Maranhão levantada por A. B. P. do Lago, Coronel Engenheiro. Reduzida e Desenhada por I. C. Guilhobel, Tenente Engenheiro, 1823. Colorido, com nota explicativa, com legenda, papel canson telado, 53 cm x 82 cm[26].

Carta Geral da Província do Maranhão levantada por A. B. P. do Lago, Coronel Engenheiro. Reduzida e Desenhada por I. C. Guilhobel, Tenente Engenheiro. Monocromático, nanquim, com nota explicativa, com legenda, papel canson telado, 52 cm x 67 cm[27].

Na Biblioteca Nacional de Portugal encontra-se depositada a seguinte carta:

Nova carta reduzida da costa da Provincia do Maranhão por observaçoens astronomicas e trigonometricas = A new reduced chart of the coast of the Province of Maranhão from astronomical and trigonometrical remarks / levantada e construida pelo Coronel de Real Corpo de Engenheiros António Bernardino Pereira do Lago em commissao na sobredita Provincia; des. por J. C. Guillobel, Tenente do R. C. Engenheiros; sculpt. T. Smith. - Escala [ca 1:650000]. - Liverpool: I. Bywater Cº. Pool Lane, 1821. - 1 mapa: gravura, p&b; 57,00x87,00 cm, em folha de 60,00x91,30 cm. BNP.

Notas

  1. 1,0 1,1 1,2 Viterbo, Diccionario Historico e Documental dos Architectos, 2:254.
  2. 2,0 2,1 Arquivo Nacional da Torre do Tombo, TSO-IL/028/CX1623/16199. Denúncia contra António Bernardino Pereira do Lago.
  3. 3,0 3,1 Arquivo Histórico Ultramarino, ACL_CU_015, cx. 256, d. 17154. Requerimento do primeiro tenente do real corpo de engenheiros António Bernardino Pereira do Lago, ao príncipe regente [D. João], pedindo para ser despachado para a capitania de Pernambuco como mesmo soldo de primeiro tenente e com a graduação de capitão. [[ant.] 15 de Agosto de 1805].
  4. Castanheira, "Exílio e Escrita de Viagem ao Tempo do Liberalismo", 183-215.
  5. Lago, Cinco annos de emigração em Inglaterra, na Belgica e na França.
  6. Ver vários documentos do Arquivo Historico Militar de Lisboa.
  7. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0024.
  8. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0034.
  9. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0036.
  10. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0051.
  11. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0030.
  12. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0032.
  13. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 06.05.0090.
  14. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 04.04.0025.
  15. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 23.01.0028.
  16. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0022.
  17. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0031.
  18. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 04.04.0040.
  19. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0033.
  20. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 26.01.3679.
  21. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 05.40.387.
  22. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 05.40.388.
  23. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 23.04.406.
  24. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 04.27.409.
  25. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 04.26.411.
  26. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 03.01.445.
  27. Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 03.01.444.

Fontes

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0022.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0024.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0033.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 23.01.0028.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0030.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0031.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0032.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0034.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0036.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 01.01.0051.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 03.01.444.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 03.01.445.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 04.04.0025.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 04.04.0040.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 04.26.411.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 04.27.409.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 05.40.387.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 05.40.388.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 06.05.0090.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 23.04.406.

Arquivo Histórico do Exército, Brasil (AHEx), AHE 26.01.3679.

Arquivo Histórico Militar, PT/AHM/DIV/1/19/212/01. Correspondência de António Bernardino Pereira de Lago para Francisco Pedro Celestino Soares sobre relações da comissão criada por Decreto de 23 de Junho de 1834 para liquidar a dívida dos militares e empregados civis do Exército. Lisboa, 7 de Janeiro de 1837 – 28 de Janeiro de 1837.

Arquivo Histórico Militar, PT/AHM/DIV/1/19/212/03. Correspondência de António Bernardino Pereira de Lago para Francisco Pedro Celestino Soares sobre relações da comissão criada por Decreto de 23 de Junho de 1834 para liquidar a dívida dos militares e empregados civis do Exército. Lisboa, 25 de Fevereiro de 1837 – 29 de Março de 1837.

Arquivo Histórico Militar, PT/AHM/DIV/1/19/212/09. Correspondência de António Bernardino Pereira de Lago para Francisco Pedro Celestino Soares sobre relações da comissão criada por Decreto de 23 de Junho de 1834 para liquidar a dívida dos militares e empregados civis do Exército. Lisboa, 9 de Setembro de 1837 – 30 de Setembro de 1837.

Arquivo Histórico Militar, PT/AHM/DIV/1/19/212/24. Correspondência de António Bernardino Pereira de Lago para Gregório António Pereira de Sousa sobre relações da comissão criada por Decreto de 23 de Junho de 1834 para liquidar a dívida dos militares e empregados civis do Exército. Lisboa, 4 de Janeiro de 1839 – 26 de Janeiro de 1839.

Arquivo Histórico Militar, PT/AHM/DIV/1/19/212/26. Correspondência de António Bernardino Pereira de Lago para Gregório António Pereira de Sousa sobre relações da comissão criada por Decreto de 23 de Junho de 1834 para liquidar a dívida dos militares e empregados civis do Exército. Lisboa, 18 de Março de 1839 – 23 de Março de 1839.

Arquivo Histórico Militar, PT/AHM/DIV/1/19/212/27. Correspondência de António Bernardino Pereira de Lago para Gregório António Pereira de Sousa sobre relações da comissão criada por Decreto de 23 de Junho de 1834 para liquidar a dívida dos militares e empregados civis do Exército. Lisboa, 13 de Abril de 1839 – 27 de Abril de 1839.

Arquivo Histórico Militar, PT/AHM/DIV/1/19/212/29. Correspondência de António Bernardino Pereira de Lago para Gregório António Pereira de Sousa sobre relações da comissão criada por Decreto de 23 de Junho de 1834 para liquidar a dívida dos militares e empregados civis do Exército. Lisboa, 3 de Junho de 1839 – 27 de Junho de 1839.

Arquivo Histórico Militar, PT/AHM/DIV/1/19/212/30. Correspondência de António Bernardino Pereira de Lago para Gregório António Pereira de Sousa sobre relações da comissão criada por Decreto de 23 de Junho de 1834 para liquidar a dívida dos militares e empregados civis do Exército. Lisboa, 23 de Julho de 1839 – 13 de Outubro de 1839.

Arquivo Histórico Militar, PT/AHM/DIV/1/19/224/22. Correspondência de António Bernardino Pereira de Lago para o barão de Sá da Bandeira sobre relações da comissão criada por Decreto de 23 de Junho de 1834 para liquidar a dívida dos militares e empregados civis do Exército. Lisboa, 6 de Novembro de 1836 – 12 de Novembro de 1836.

Arquivo Histórico Militar, PT/AHM/DIV/1/19/224/23. Correspondência de António Bernardino Pereira de Lago para o barão de Sá da Bandeira sobre relações da comissão criada por Decreto de 23 de Junho de 1834 para liquidar a dívida dos militares e empregados civis do Exército. Lisboa, 3 de Dezembro de 1836 – 17 de Dezembro de 1836.

Arquivo Histórico Militar, PT/AHM/DIV/1/19/310/04. Ofícios de António Bernardino Pereira do Lago para João Freire de Andrade Salazar de Eça e para o conde Subserra e da Bemposta sobre instalações para a Comissão que liquida a divida Militar. 23 de Novembro de 1836 – 18 de Julho de 1839.

Arquivo Histórico Ultramarino, ACL_CU_009, cx. 166, d. 12152. Ofício do coronel engenheiros António Bernardino Pereira do Lago para Inácio da Costa Quintela, solicitando autorização para regressar ao reino após quinze anos de trabalhos nos sertões e sobre mandar gravar em Londres uma carta com observações astronómicas e trigonométricas da costa do Maranhão. Maranhão, 10 de Outubro de 1821.

Arquivo Histórico Ultramarino, ACL_CU_015, cx. 256, d. 17154. Requerimento do primeiro tenente do real corpo de engenheiros António Bernardino Pereira do Lago, ao príncipe regente [D. João], pedindo para ser despachado para a capitania de Pernambuco como mesmo soldo de primeiro tenente e com a graduação de capitão. [[ant.] 15 de Agosto de 1805].

Arquivo Histórico Ultramarino, ACL_CU_015, cx. 256, d. 17155. Requerimento do capitão engenheiro e substituto da cadeira de artilharia da capitania de Pernambuco António Bernardino Pereira do Lago, ao príncipe regente [D. João], pedindo que se determine a quantia certa da ajuda de custo que lhe vai ser dada para poder voltar à capitania de Pernambuco. [[ant.] 15 de Agosto de 1805].

Arquivo Histórico Ultramarino, ACL_CU_015, cx. 258, d. 17321. Requerimento do capitão engenheiro António Bernardino Pereira do Lago, ao príncipe regente [D. João], pedindo para que o Arsenal Real do Exército lhe dê os instrumentos necessários para poder desempenhar o seu serviço na capitania de Pernambuco. [[ant.] 13 de Janeiro de 1806].

Arquivo Nacional da Torre do Tombo, TSO-IL/028/CX1623/16199. Denúncia contra António Bernardino Pereira do Lago.

Biblioteca Nacional de Portugal. Antonio Bernardino Pereira do Lago e Joaquim Cândido Guillobel, Nova carta reduzida da costa da Provincia do Maranhão por observaçoens astronomicas e trigonométricas. Liverpool: I. Bywater Co. Pool Lane, 1821.

Lago, António Bernardino Pereira do. Carta da costa da provincia do Maranhão, levantada por observações astronomicas e trigonometricas, acompanhada de um roteiro e descripção hydrographica da mesma costa. Lisboa: Typ. da Academia Real das Sciencias, 1823.

Lago, António Bernardino Pereira do. Estatistica historica-geographica da provincia do Maranhão. Lisboa: Typ. da Academia Real das Sciencias, 1822.

Lago, António Bernardino Pereira do. Roteiro da costa da provincia do Maranhão, desde Jericoacoara até á ilha de Sto João, e da entrada, e sahida pela bahia de Sto Marcos; que deve acompanhar a carta reduzida da costa da sobredita província. Lisboa / Liverpool: G. F. Harris's Widow Brothers, 1821.

Lago, António Bernardino Pereira do. Survey of the Coast of the Province of Maranham, from Jericoacoara to the Island of St. John, and of the entrance of the Bay of St. Marcos. Liverpool: F. B. Wright, 1821.

Bibliografia

Castanheira, M. Z.. "Exílio e Escrita de Viagem ao Tempo do Liberalismo – A Experiência do Brigadeiro António Bernardino Pereira do Lago em Inglaterra: Ver e Aproveitar". Revista de Estudos Anglo-Portugueses, no. 29 (2020): 183-215.

Viterbo, Francisco de Sousa. Diccionario Historico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal. Vol. 2. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1904.

Autor(es) do artigo

Renata Araújo

CHAM - Centro de Humanidades, FCSH, Universidade Nova de Lisboa e Universidade do Algarve

https://orcid.org/0000-0002-7249-1078

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

https://doi.org/10.34619/ucgn-kflv

Citar este artigo

Araújo, Renata. "António Pereira do Lago", in eViterbo. Lisboa: CHAM - Centro de Humanidades, FCSH, Universidade Nova de Lisboa, 2022. (última modificação: 19/03/2024). Consultado a 18 de abril de 2024, em https://eviterbo.fcsh.unl.pt/wiki/Ant%C3%B3nio_Pereira_do_Lago. DOI: https://doi.org/10.34619/ucgn-kflv