António Ramos de Queirós

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


António Ramos de Queirós
Nome completo António Ramos de Queirós
Outras Grafias António Ramos de Queiroz
Pai valor desconhecido
Mãe valor desconhecido
Cônjuge valor desconhecido
Filho(s) valor desconhecido
Irmão(s) valor desconhecido
Nascimento valor desconhecido
Morte valor desconhecido
Sexo Masculino
Religião valor desconhecido
Postos
Posto Sargento-mor
Data Início: 1800
Arma Artilharia

Posto Capitão-tenente
Data Início: 24 de julho de 1802
Arma Marinha

Posto Major
Arma Marinha
Actividade
Actividade Desenho de fortificação
Data Início: fevereiro de 1800
Fim: fevereiro de 1800

Actividade Desenho cartográfico
Data Início: 1800
Fim: 1800


Biografia

Dados biográficos

Até ao momento desconhece-se a data e local de nascimento e falecimento de António Ramos de Queirós.

Carreira

Em 1800, encontrava-se na ilha do Príncipe no posto de sargento mor[1]. No ano seguinte, a 21 de Outubro, encontrava-se em Lisboa, onde teria chegado no paquete São Rodrigo Guiné[2]. A 24 de Junho de 1802, foi promovido de sargento-mor ao posto de capitão-tenente da Armada Real[3], tendo posteriormente subido ao posto de major[4].

Outras informações

Recebeu a mercê do hábito da Ordem de São Bento de Avis em 23 de Julho de 1802, com 12$000 réis de tença efetiva[5].

Obras

- Mapa do Porto da Ilha do Príncipe emponto mayor do que a que já pus naprezensa de S. Magestade/ sargento mor de milícias António Ramos de Queiroz, 28 de Fevereiro de 1800.

- Mapa do Porto da Ilha do Príncipe Nº 5/ sargento mor de milícias António Ramos de Queiroz (...), ca, 1800.

- [Planta da fortaleza de Stº António na Ponta da Mina da Ilha do Príncipe, que defende a entrada da barra]/ sargento mor de milícias (...), 28 de Fevereiro de 1800.

- Planta da Fortaleza de Santo António Ponta da mina da Ilha do Príncipe que (...) a entrada da Barra, e ao mesmo tempo o modo porq. deve ser fortificada/ Sargento Mor de Milícias (...), ca.1800.

- [Planta da fortaleza de Stº António na Ponta da Mina da Ilha do Príncipe, que defende a entrada da barra]/ Tenente de Artilharia Antonio Ramos de Queiroz (...), 28 de Fevereiro de 1800.

- [2 perspectivas da fortaleza de Stº António e 1 planta do porto da Ilha do Príncipe]/ Major de Milícias António Ramos de Queiroz (...), ca. 1800.

Notas

  1. Arquivo Histórico Ultramarino, Cartografia Manuscrita, Tomé e Príncipe. “[Planta da fortaleza de Stº António na Ponta da Mina da Ilha do Príncipe, que defende a entrada da barra]/Tenente de Artilharia Antonio Ramos de Queiroz”, ca. 1800.
  2. Arquivo Histórico Ultramarino, Conselho Ultramarino, São Tomé e Príncipe, cx. 30, d. 2289. "Ofício de António Ramos de Queirós, ao [secretário de estado da Marinha e Ultramar, visconde de Anadia, João Rodrigues de Sá e Melo] sobre a sua chegada à Corte no comando do paquete [das ilhas] São Rodrigo Guiné, a passagem do mesmo pelas ilhas Terceira e São Miguel e a carga que trazia", 21 de Outubro de 1801.
  3. Arquivo Histórico Militar. "Cópia do Decreto de 24 de Junho de 1802, de D. João VI, nomeando o sargento-mór, António Ramos de Queiróz, no posto de capitão-tenente, da Armada real".
  4. Arquivo Histórico Ultramarino, Cartografia Manuscrita, Tomé e Príncipe, “[2 perspectivas da fortaleza de Santo António e 1 planta do porto da Ilha do Príncipe]/Major de Milícias António Ramos de Queiroz", ca. 1800.
  5. Arquivo Nacional da Torre do Tombo, Mesa da Consciência e Ordens, Habilitações para a Ordem de São Bento de Avis, Letra A, mç. 1, n.º 73, fl. 3. "Diligência de habilitação para a ordem de São Bento de Avis de António Ramos de Queiroz".

Fontes

Arquivo Histórico Ultramarino, Cartografia Manuscrita, Tomé e Príncipe. “[Planta da fortaleza de Stº António na Ponta da Mina da Ilha do Príncipe, que defende a entrada da barra]/sargento mor de milícias, António Ramos de Queiroz”, 22 de Maio de 1800.

Arquivo Histórico Ultramarino, Cartografia Manuscrita, Tomé e Príncipe. “[Planta da fortaleza de Stº António na Ponta da Mina da Ilha do Príncipe, que defende a entrada da barra]/Tenente de Artilharia Antonio Ramos de Queiroz”, ca.1800.

Arquivo Histórico Ultramarino, Cartografia Manuscrita, Tomé e Príncipe, “[2 perspectivas da fortaleza de Santo António e 1 planta do porto da Ilha do Príncipe]/Major de Milícias António Ramos de Queiroz", ca. 1800.

Arquivo Histórico Ultramarino, Conselho Ultramarino, São Tomé e Príncipe, cx. 30, d. 2289. "Ofício de António Ramos de Queirós, ao [secretário de estado da Marinha e Ultramar, visconde de Anadia, João Rodrigues de Sá e Melo] sobre a sua chegada à Corte no comando do paquete [das ilhas] São Rodrigo Guiné, a passagem do mesmo pelas ilhas Terceira e São Miguel e a carga que trazia", 21 de Outubro de 1801.

Arquivo Histórico Militar. "Cópia do Decreto de 24 de Junho de 1802, de D. João VI, nomeando o sargento-mór, António Ramos de Queiróz, no posto de capitão-tenente, da Armada real".

Arquivo Nacional da Torre do Tombo, Mesa da Consciência e Ordens, Habilitações para a Ordem de São Bento de Avis, letra A, mç. 1, n.º 73, fl. 3. "Diligência de habilitação para a ordem de São Bento de Avis de António Ramos de Queiroz".

Ligações Externas

Arquivo Histórico Ultramarino, Coleção de Cartografia Manuscrita.

Autor(es) do artigo

Mafalda Pacheco

CHAM - Centro de Humanidades, FCSH, Universidade Nova de Lisboa

https://orcid.org/0000-0002-1091-6325

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

https://doi.org/10.34619/cqr0-7xr0

Citar este artigo

Pacheco, Mafalda. "António Ramos de Queirós", in eViterbo. Lisboa: CHAM - Centro de Humanidades, FCSH, Universidade Nova de Lisboa, 2022. (última modificação: 16/02/2024). Consultado a 20 de junho de 2024, em https://eviterbo.fcsh.unl.pt/wiki/Ant%C3%B3nio_Ramos_de_Queir%C3%B3s. DOI: https://doi.org/10.34619/cqr0-7xr0