Balseiro

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search

Silvado basto. Lugar de muita balsa. Locus fruticetis ou virgultis obsitus. Uva balseira se chama a que se cria nas balsas. É muito azeda.

Balseiro. Dorna, tonel ou outra vasilha em que se deita o mosto com o folhelho das uvas pretas para o mosto se fazer vermelho e sair melhor e assim, dizem, está o mosto de balseiro. Assim há de estar pelo menos vinte e quatro horas. Cupa & Fem. Varro. Labrum vinarium, i. Neut. Cato. Vid. Balsa.

Balseiro. Dão os caçadores este nome aos cães que entram nas balsas para fazer sair os coelhos. Este cão é bom balseiro. Se in dumeta ou fruticeta canis iste animose insinuat, ut lepores excitet[1].

Notas

  1. Bluteau, Vocabulario Portuguez e latino (Tomo II: B-C), 26.

Bibliografia e Fontes

  • Bluteau, Rafael. Vocabulario portuguez e latino, aulico, anatomico, architectonico, bellico, botanico, brasilico, comico, critico, chimico, dogmatico, dialectico, dendrologico, ecclesiastico, etymologico, economico, florifero, forense, fructifero... autorizado com exemplos dos melhores escritores portugueses, e latinos... Tomo II: B-C. Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1712.