Baltazar Moreira de Brito

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Baltazar Moreira de Brito
Nome completo Baltazar de Bivar Moreira de Brito
Outras Grafias Balthazar de Bivar Moreira de Brito
Pai valor desconhecido
Mãe valor desconhecido
Cônjuge valor desconhecido
Filho(s) valor desconhecido
Irmão(s) valor desconhecido
Nascimento valor desconhecido
Morte valor desconhecido
Sexo Masculino
Religião valor desconhecido
Postos
Posto Tenente
Cargos
Cargo Condutor de 2ª classe


Biografia

Dados biográficos

Carreira

Baltazar de Bivar Moreira de Brito era alferes graduado do regimento de cavalaria n.º 4 do regimento de cavalaria n.º 3[1]. Foi nomeado condutor auxiliar por portaria régia de 30 de janeiro de 1883 para servir nas obras públicas em Cabo Verde. Chegou em 13 de maio de 1883. Em 5 de setembro do mesmo ano passou a condutor de 2ª e graduado a alferes da cavalaria do exército de Portugal. Em março de 1885, foi promovido a tenente do exército de Portugal[2]. Permaneceu em Cabo Verde até junho de 1888. Apresentou-se em Lisboa a 19 de junho de 1888. Em 1889 foi agraciado com a medalha de prata por comportamento exemplar[3].



Outras informações

Obras

Notas

  1. Diário do Governo n.º 54 de 9 de março 1883
  2. Diário do Governo n.º 74 de 6 de abril de 1885
  3. Diário do Governo n.º40 de 19 de fevereiro de 1889

Fontes

AHU, N. Ordem 905 1N SEMU DGU, "Livro 1880-1892 Registo de Pessoal das Obras Públicas ULT", p. 2.

Arquivo Histórico Ultramarino. Cabo Verde, Obras Públicas e Agrimensura, Processos Individuais. Cx240. Cota: PT/AHU/ID-OP/ OP14533O

Bibliografia

Diário do Governo n.º 54 de 9 de março 1883

Diário do Governo n.º 74 de 6 de abril de 1885

Diário do Governo n.º40 de 19 de fevereiro de 1889

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

Fernando Pires

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

Citar este artigo