Bonete

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search

Definição

É o nome de uns barretes postiços com rendas, fitas e plumas e só se punham com vestidos que chamam de roupa[1].

Chapéu de forma cilíndrica unissexo, que podia incluir o uso de uma touca ou sombreiro por cima. Consistia no principal adorno dos homens à moda (séculos XV e XVI), segundo Carmen Bernis; no entanto, em Gil Vicente só aparece associado ao rústico[2].

Referências documentais

"(...) como no Cancionero de Juan del Encina, o pastor Gil diz: Echa el bonete a um lado / assim como aquéste mío!" [2].

Outras informações

Notas

  1. Bluteau, Vocabulário Português e Latino, letra B: 152.
  2. 2,0 2,1 Palla, Do essencial e do Supérfluo, 67.

Fontes

Bibliografia

Bluteau, Rafael. Vocabulário Português e Latino… Vol. 2. Coimbra: Colégio das Artes da Companhia de Jesus, 1712-1728.

Palla, Maria José. Do essencial e do Supérfluo. Estudo lexical do traje e adornos em Gil Vicente. Lisboa: Editorial Estampa, 1992.

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

  • André Filipe Neto e Maria Teresa Oliveira (bolseiros de iniciação à investigação)

Projeto eViterbo, CHAM - Centro de Humanidades NOVA FCSH, 2017-18;

  • Andreia Fontenete Louro (bolseira de iniciação à investigação)

Projeto DRESS, 2019;

  • Inês Amaral Canhão (bolseira de iniciação à investigação)

Projeto Verão com Ciência, 2022;

Financiamento

VESTE _ Vestir a corte: traje, género e identidade(s), Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito da Norma Transitória - DL 57/2016/CP1453/CT0069.

DRESS _ Desenhar a moda das fontes quinhentistas, Fundação Calouste Gulbenkian, Projetos de Investigação em Língua e Cultura Portuguesa 2018, Ref.: 227751.

Verão com Ciência FCT, 2022.

DOI

Citar este artigo

  • Bonete (última modificação: 06/09/2022). eViterbo. Visitado em