Cálice de D. Dulce de Aragão

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search
Cálice
Data 1178-118
Género Ourivesaria
Técnica Prata dourada fundida,batida, incisa e filigranada; vidros polidos e facetados
Dimensões 22 cm  × copa 18 ; base 190 (diâmetro) 
Encomendador D. Dulce de Aragão
Localização Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa

Historial

Cálice doado pela rainha D. Dulce de Aragão, mulher de D. Sancho I, ao Mosteiro de Alcobaça. Deve datar de antes de 1198, ano em que a rainha faleceu. Segundo a legenda no interior da sua copa, estaria no altar-mor da igreja.

Em 1882 figurou na Exposição Retrospectiva Ornamental de Arte Portuguesa e Espanhola (Sala M, nº 6), pertencendo então à Academia de Belas Artes de Lisboa. Actualmente encontra-se no Museu Nacional de Arte Antiga.

Descrição

Descrição do Catálogo da Exposição Retrospectiva de Arte Ornamental: "Grande calix de prata dourada. Altura 0,21 m. Tem um nó espherico coberto de filigrana e de pedras; sobre uma larga base uma cruz, e sobre a face interior a inscripção seguinte: -+ IN: NNE: DNI: NRE: IHV: X: HVNC: CALICE: DEDIT: REGINA: DVLCIA: ALCVBACIE: IN: HONORE: DEI: ET: GLOSE: VIRGINIS: MARIE: AD: SVENDI: IN MAIORE: ALTARE. Seculo XII".

Notas

Bibliografia e Fontes

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo