Carlos Augusto Pereira de Morais

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Carlos Augusto Pereira de Morais
Nome completo Carlos Augusto Pereira de Morais
Outras Grafias valor desconhecido
Pai valor desconhecido
Mãe valor desconhecido
Cônjuge valor desconhecido
Filho(s) valor desconhecido
Irmão(s) valor desconhecido
Nascimento valor desconhecido
Morte valor desconhecido
Sexo Masculino
Religião Cristã
Residência
Residência Cabo Verde
Data Início: 1850
Fim: 1851
Postos
Posto Tenente
Data Início: 1859
Fim: 1863
Arma Infantaria
Actividade
Actividade Inspecção
Data Início: 1850
Fim: 1851


Biografia

Dados biográficos

Carlos Augusto Pereira de Morais nasceu em Lisboa. É filho de Aurélio José Morais[1]. Faleceu em Cabo Verde em 13 de outubro de 1865.

Carreira

Em julho de 1850, foi requisitado pelo Ministério do Reino para servir por um ano em Cabo Verde, ao abrigo da portaria de 23 de Julho de 1850, na qualidade de inspetor geral das obras públicas[2].

Por decreto de onze de julho de 1851, foi transferido para o exército de Portugal, e foi-lhe atribuído o posto de alferes de infantaria por ter prestado serviço na província por mais de sete anos[3]. Em 28 outubro de 1859, foi destacado para servir uma comissão nas obras públicas Cabo Verde[4]. Foi promovido a tenente por decreto de 28 de outubro do mesmo ano emitido pelo Ministério dos Negócios da Marinha e do Ultramar[5]. Partiu para Cabo Verde a 11 de janeiro de 1859. Permaneceu no arquipélago até 1863 como diretor dos Serviços das Obras Públicas na ilha de São Vicente.


Outras informações

Obras

Notas

  1. Diário do Governo n.º 502 de 23 de dezembro de 1850
  2. DG502 de 23 de dezembro de 1850
  3. DG169 de 21 de julho de 1851
  4. DG17 de 20 de janeiro de 1859
  5. DG18 de 21 de janeiro de 1859

Fontes

Arquivo Histórico Nacional de Cabo Verde, Secretaria Geral do Governo, caixa 615, pasta 16.

Arquivo Histórico Nacional de Cabo Verde, Secretaria Geral do Governo, caixa 615, doc. 87.

Bibliografia

Pires, Fernando. Há vila além da costa. Urbanidade(s) em cabo Verde no século XIX. Coimbra, Lisboa: Imprensa da Universidade de Coimbra, Rosa de Porcelana Editora, 2021.

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

Fernando Pires

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

Citar este artigo