Diogo Pardo Osório

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Diogo Pardo Osório
Nome completo Diogo Pardo Osório
Outras Grafias valor desconhecido
Pai Gaspar Rodrigues Pais Esteves
Mãe valor desconhecido
Cônjuge valor desconhecido
Filho(s) valor desconhecido
Irmão(s) valor desconhecido
Nascimento valor desconhecido
Morte valor desconhecido
Sexo Masculino
Religião valor desconhecido


Biografia

Dados biográficos

Carreira

Diogo Pardo Osório era discípulo de Luís Serrão.

Serviços militares e de engenheiro "durante a campanha da acclamação". Delineia os ataques ao baluarte de S. Bartolomeu em Évora.

Recebe, a partir de 20 de março de 1676, tença efectiva de 30.000 reais.

Em 1681 vai à vila de Mourão como vedor geral para fazer o desenho para a igreja matriz.

Barbosa Machado diz que era desenhador de fortificações[1].

Outras informações

Obras

Notas

  1. Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol II, 231-232

Fontes

Bibliografia

Patrocínio, Manuel. "A sabedoria dos antigos e arte de fortificar: modelos culturais e fontes para os textos portugueses modernos sobre edificação" In Humanitas. Vol. LXIV. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2012.

Viterbo, Francisco de Sousa. Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal. Vol II. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1904.

Ligações Externas

Luís Serrão Pimentel e a ciência em Portugal no século XVII (BNP).


Autor(es) do artigo

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

Citar este artigo