Diogo Vaz (1)

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Diogo Vaz
Outras Grafias EQUAL
Sexo masculino

Biografia

Dados biográficos

Carreira

Existe um alvará do cardeal infante D. Henrique, datado de 24 de novembro de 1583, mandando pagar-lhe 26450 reais, resto dos 62650 em que fora ajustada a obra da "sacristia do mosteiro de Alcobaça onde estão as relíquias do dito mosteiro". O recibo, de 1539, foi passado pelo próprio Diogo Vaz e está por ele assinado.

A 19 de janeiro de 1539 foi enviado outro mandado de pagamento na quantia de 62650 reais pelas pinturas da sacristia velha de Alcobaça, avaliadas pelos pintores Henrique Dias e Simão Dias (1)[1][2].

Outras informações

Obras

Referências bibliográficas

  1. Viterbo, Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal, 154.
  2. Viterbo, Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal (3ª série), 164.

Bibliografia e Fontes

  • Viterbo, Francisco de Sousa. Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1903 e 1911 (3ª série).

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo