Dossel

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search

Na opinião de alguns, dossel vem de dorsum porque se põem às espaldas da cadeira e costas do senhor que debaixo dele se assenta. Põe-se esta insígnia de grandeza aos reis, príncipes, titulados e prelados eclesiásticos nas casas de respeito, e dizem que o costume desta doméstica magnificência procede dos leitos ou fúnebres dosséis, debaixo dos quais se expunham (como ainda hoje se usa) os cadáveres dos príncipes defuntos; e acrescenta Guirardaccio, na sua história Bononiense, que esta pomposa representação da morte se fazia no meio da rua, sobre um teatro ou tablado que para este efeito se fazia. Imaginam outros que o uso dos dosséis veio de comerem os antigos debaixo de uns tapetes ou panos estendidos sobre a mesa, porque nela não caísse nada do tecto e chamavam a estes dosséis Auleae, orum. Neut. Plur. como se vê em Horácio lib. 2. sermon. Por falta de palavra própria, os autores de dicionários chamam ao dossel Umbella, ae. Fem. e Umbraculum, i. Neut.[1].

Notas

  1. Bluteau, Vocabulario Portuguez e latino (Tomo III: Letra D-EYC), 277-278.

Bibliografia e Fontes

  • Bluteau, Rafael. Vocabulario portuguez e latino, aulico, anatomico, architectonico, bellico, botanico, brasilico, comico, critico, chimico, dogmatico, dialectico, dendrologico, ecclesiastico, etymologico, economico, florifero, forense, fructifero... autorizado com exemplos dos melhores escritores portugueses, e latinos... Tomo III: Letra D-EYC. Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1713.