Esculturas em faiança dos Jerónimos

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search

Historial

Estas esculturas, de origem italiana, pertencem a um conjunto de faianças feitas para adornar o Mosteiro de Santa Maria de Belém (Jerónimos). Segundo as crónicas, foram oferecidas a D. Manuel I pelo papa Júlio II, por volta de 1502[1].

Tradicionalmente atribuídas à oficina dos Della Robbia, a análise das suas características morfológicas e pictóricas tem vindo a por esta atribuição em causa, supondo-se antes que terão saído da oficinia florentina dos Buglioni, concorrentes dos Della Robbia.

Existem hoje quatro esculturas pertencentes a este conjunto, S. Leonardo, a Virgem com o Menino, S. Jerónimo e outra não identificada. As primeiras duas integram actualmente o espólio do Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa, e as duas últimas ainda estão na igreja dos Jerónimos[2].

Descrição

São Jerónimo

S. Jerónimo
Data c. 1502 ?
Técnica Faiança
Altura 152 cm 
Encomendador papa Júlio II ?
Localização Mosteiro de Santa Maria de Belém (Jerónimos), Lisboa

Estátua de S. Jerónimo de faiança esmaltada e colorida. Com a mão direita bate com uma pedra no peito e com a mão esquerda apoia-se sobre um tronco ao rochedo onde está pendurado um chapéu de cardeal. Ao seu lado tem um leão, seu atributo. Esteve exposta na Sala P da Exposição Retrospectiva de Arte Ornamental Portuguesa e Espanhola, com o número 38[3].

Virgem com o Menino

Virgem com o Menino
Data c. 1502 ?
Técnica Faiança
Dimensões 147 cm  × 51 cm 
Encomendador papa Júlio II ?
Localização Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa

Também chamada Virgem das Estrelas, devido ao manto que enverga, em tons de verde e azul com estrelas douradas.

Esteve exposta na Sala P da Exposição Retrospectiva de Arte Ornamental Portuguesa e Espanhola, com o número 32[4].

São Leonardo

S. Leonardo
Data c. 1502 ?
Técnica Faiança
Dimensões 170 cm  × 67 cm 
Encomendador papa Júlio II ?
Localização Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa

Esteve exposta na Sala P da Exposição Retrospectiva de Arte Ornamental Portuguesa e Espanhola, com o número 24[5].

Notas

  1. Francisco de Sousa Viterbo, Exposição d’Arte Ornamental. Notas ao Catalogo. (Lisboa: Imprensa Nacional, 1883), 5.
  2. http://www.matriznet.dgpc.pt/MatrizNet/Objectos/ObjectosConsultar.aspx?IdReg=260478 consultado a 8 de setembro de 2017
  3. Francisco de Sousa Viterbo, Exposição d’Arte Ornamental. Notas ao Catalogo. (Lisboa: Imprensa Nacional, 1883), 4-5. eCatalogo illustrado da exposição retrospectiva de arte ornamental portugueza e hespanhola. (Lisboa: Imprensa Nacional, 1882), 334.
  4. Francisco de Sousa Viterbo, Exposição d’Arte Ornamental. Notas ao Catalogo. (Lisboa: Imprensa Nacional, 1883), 4-5. eCatalogo illustrado da exposição retrospectiva de arte ornamental portugueza e hespanhola. (Lisboa: Imprensa Nacional, 1882), 333.
  5. Francisco de Sousa Viterbo, Exposição d’Arte Ornamental. Notas ao Catalogo. (Lisboa: Imprensa Nacional, 1883), 4-5. eCatalogo illustrado da exposição retrospectiva de arte ornamental portugueza e hespanhola. (Lisboa: Imprensa Nacional, 1882), 333.

Bibliografia e Fontes

  • Catalogo illustrado da exposição retrospectiva de arte ornamental portugueza e hespanhola. Lisboa: Imprensa Nacional, 1882.
  • Viterbo, Francisco de Sousa, Exposição d’Arte Ornamental. Notas ao Catalogo. Lisboa: Imprensa Nacional, 1883.

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo