Espada

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search

Arma ofensiva composta de uma folha de ferro que tem fio e ponta, guarnição, punhos, copo, virotes, guarda-mão, maçã e se traz na cinta. Deriva-se do grego Spathe que é o mesmo. Gladius, ii. Masc. Cic. e os mais autores antigos. Ensis é melhor para versos que para prosa e se acha em Cícero, na tradução que ele fez dos versos de Arato. Machaera de ordinário não se acha senão nos poetas, Plauto e Juvenal. Mas por variar, poderás usar com Cícero de Mucro e mais vezes de Ferrum pela figura sinédoque, porque Mucro significa a ponta da espada e Ferrum a matéria dela. Espada nua. Gladius vagina vacuus. Cic. Nudos ensis. Virgil.

(...)

A guarnição, a folha, a ponta, etc. de uma espada. Vid. nos seus lugares.

(...)

Espada de peleja. Pugnatorius gladius. Melhor é falar por este modo como Suetónio, que no cap. 54 da vida de Calígual, diz Batuebat armis pugnatoriis do que dizer como alguns modernos Ensis duellicus porque duellicus ainda que palavra de Plauto e de Lucrécio na opinião de alguns é antiquada.

Espada preta. Arma de esgrimidor, é uma espada cuja folha é quadrada e sem gume, com um botão de couro, em lugar de porta, com ela jogam às armas. Gladius pila praemunitus ou gladius praepilatus. Masc. Antigamente os gladiadores, em lugar de espada preta, usavam de uma vara tosca, que se chamava Rudis, is. Fem. Gladius praepilatus declara melhor a forma da espada preta, que hoje se costuma porque na minha opinião, praepilatus significa coisa que tem uma espécia de botão no cabo, como quem dissera Praemunitus pila. Parece que Tito Lívio abona esta derivação no fim do livro 31 em que descrevendo os vários exercícios, que Cipião mandava fazer aos seus soldados, diz: '?Tertio die sudibus inter se in modu iustae pugnae concurrerunt, praepilatisque missilibus iaculati sunt. Sem dúvida que estes dardos que eles se lançavam uns aos outros eram despontados (conforme a opinião de Célio Rodigino e dois seus sequazes). Mas acho que é mais provável que para se não ferirem pusessem nas pontas destes dardos uns botões semelhantes aos da espada preta. Quanto à palavra Missilia entendo que neste lugar não significa frechas, nem setas que se atiram com arco, mas uns dardos que se lançam com a mão, porque lembra-me que Vossio censura a Erasmo de haver posto em algum lugar Iaculari por sagittas torquere. Julgar a espada preta. Gladiis pila praemunitis batuere.

(...)

Espada virgem. Aquela com que seu dono nunca fez mal a ninguém. Ensis innocuus ou innocens.

(...)[1].

Notas

  1. Bluteau, Vocabulario Portuguez e latino (Tomo III: E), 253-524.


Bibliografia e Fontes

  • Bluteau, Rafael. Vocabulario portuguez e latino, aulico, anatomico, architectonico, bellico, botanico, brasilico, comico, critico, chimico, dogmatico, dialectico, dendrologico, ecclesiastico, etymologico, economico, florifero, forense, fructifero... autorizado com exemplos dos melhores escritores portugueses, e latinos... Tomo III: Letra D-EYC. Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1713.