Francisco D'Alincourt

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Francisco D'Alincourt
Nome completo Francisco D'Alincourt
Outras Grafias Francisco Dalincourt
Filho(s) Luís D'Alincourt
Irmão(s) Luís D'Alincourt
Nascimento 1733
[[Calais, Pas-de-Calais, França]]
Morte 1816
Postos
Posto Capitão com exercício de engenheiro
Data Fim: 6 de maio de 1767
Arma Infantaria

Posto Sargento mor com exercício de engenheiro
Data Início: 6 de maio de 1767
Fim: 1773
Arma Infantaria
Cargos
Cargo Capitão com exercício de engenheiro
Data Fim: 6 de maio de 1767

Cargo Sargento mor com exercício de engenheiro
Data Início: 6 de maio de 1767
Fim: 1773
Local Cargo [[Madeira, Portugal]]
Actividade
Actividade Desenho cartográfico
Local de Actividade [[Funchal, Madeira, Portugal]]

Actividade Desenho cartográfico
Local de Actividade [[Estremadura, Portugal]]


Biografia

Dados biográficos

Filho de Luís D'Alincourt e irmão de Luís D'Alincourt. Veio com o pai para Portugal[1].

Carreira

Capitão de infantaria com exercício de engenheiro. Promovido a sargento mor de infantaria, para servir na ilha da Madeira, durante seis anos, a 06 de maio de 1767[2].

Outras informações

Obras

Notas

  1. Luis D'Alincourt In AprenderMadeira consultado a 26/10/2017
  2. Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol I, 266-267.

Fontes

Bibliografia

  • Carita, Rui, História da Madeira. Vols. 4 e 5. Funchal: SRE, 1996 e 1999.
  • Carita, Rui [et al.]. Conhecimento e Definição do Território. Os Engenheiros Militares (Séculos XVII-XIX). [Lisboa]: Estado-Maior do Exército, 2003.
  • Carita, Rui. "A Madeira no Quadro da Restruturação Militar do Conde de Lippe." In Nos 250 Anos da Chegada do Conde de Lippe a Portugal: Necessidade, Reformas e Consequências da Presença de Militares Estrangeiros no Exército Português: Actas do XXI Colóquio de História Militar, 227-236. Lisboa, Comissão Portuguesa de História Militar, 2013.
  • Martins, Carlos Henrique de Moura Rodrigues. "O Programa de Obras Públicas para o Território Continental, 1789-1809: Intenção Política e Razão Técnica: O Porto do Douro e a Cidade do Porto." Tese de Doutoramento, Universidade de Coimbra, 2014.
  • Silva, Fernando Augusto e Menezes, Carlos Azevedo. Elucidário Madeirense. Funchal, SRTC, 1998.
  • Vasconcelos, Ernesto Júlio de Carvalho. Relação de diversos mappas, cartas, plantas e vistas, pertencentes ao ministerio da marinha. Lisboa: Typ. da Companhia Nacional Editora, 1892.
  • Viterbo, Francisco de Sousa. Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal. Vol I. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1899.

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

Citar este artigo