Fronteiro

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search

Que está nas fronteiras de um reino. Cidade fronteira. Urbs in regni confinio ou in extremo regni sita.

Fronteiro. Capitão da fronteira ou governador de praça fronteira. Arcis, in regni consinio sitae gubernator, is. Masc. Vão entrouxando os fronteiros para se irem a seus governos. Cartas de D. Franc. man. 400. Fronteiros valerosos que se assinalaram em África, Lobo, Corte na Aldeia, 88.

Fronteiro-mor. Capitão general dos fronteiros, antigamente para defensam do reino havia em cada comarca um fronteiro-mor que fazia o ofício de capitão-geral da gente de tal comarca, para assim se poder acudir com pressa e boa ordem às entradas, que se fizessem no reino. Destes fronteiros há muita menção nas histórias principalmente nas crónicas del-rei D. AFonso IV, D. Fernando, D. João I, D. Afonso V. E eram os fronteiros-mores pessoas de grande estado e qualidade de modo que até aos infantes se deu este título Severim, Notícias de Portugal, pág. 62. Regni confinium gubernator ou Regni finibus praefectus. Capitão general ou fronteiro-mor, Mon. Lusit. Tom. 3, 84, col. 3[1].

Notas

  1. Bluteau, Vocabulario Portuguez e latino (Tomo IV: F), 219-220.

Bibliografia e Fontes

  • Bluteau, Rafael. Vocabulario portuguez e latino, aulico, anatomico, architectonico, bellico, botanico, brasilico, comico, critico, chimico, dogmatico, dialectico, dendrologico, ecclesiastico, etymologico, economico, florifero, forense, fructifero... autorizado com exemplos dos melhores escritores portugueses, e latinos... Tomo IV: Letra F-J. Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1713.