Guilherme Elsden

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Guilherme Elsden
Nome completo Guilherme Elsden
Outras Grafias William Elsden
Pai valor desconhecido
Mãe valor desconhecido
Cônjuge valor desconhecido
Filho(s) valor desconhecido
Irmão(s) valor desconhecido
Nascimento valor desconhecido
Reino Unido
Morte valor desconhecido
Sexo valor desconhecido
Religião valor desconhecido


Biografia

Dados biográficos

De origem britânica, terá vindo para Portugal cerca de 1756, no contexto da ajuda decretada por Jorge II de Inglaterra após o terramoto de 1755. Permaneceu em terras lusas até 1778[1]. Tem uma filha, referida por António Joaquim de Mello nas suas Biographias de alguns poetas e homens illustres de Pernambuco[2].

A esposa, D. Teresa Francisca Elsden, é conduzida ao Recolhimento de S. Cristóvão, a 26 de setembro de 1766[3].

Carreira

Em 1763 é promovido de capitão de infantaria com exercício de engenheiro a sargento-mor com o mesmo exercício.

Ensamblador ou marceneiro em Londres. Engenheiro e arquitecto em Portugal.

Em 1779 dirige a construção do laboratório químico, museu e sala de física experimental ao lado do Colégio dos Jesuítas, em Coimbra.

Foi um dos engenheiros encarregados dos melhoramentos da barra de Aveiro.

Indicado por Castilho como Capitão do Real Corpo de Engenheiros a 27 de novembro de 1777.

Trabalha em Alcobaça[4][5].

Foi director das Obras da Universidade de Coimbra.

Outras informações

Obras

  • Livro das Ordens e Manobras que foram dadas e executadas nos campos dos Olhos da Agoa e no ataque e defensa do Rio Frio no anno de 1767. Por S. A. o G. Marechal General dos Exercitos de S. M. Fedelissima. Feito por Guilherme Elsden Tenente Coronel e Q. M. General dos Exercitos de S. Mag. Lisboa 18 de junho de 1768 (com aguarelas de Inácio José Leão, ajudante)
  • Mappa militar, que por ordem de S. Alteza o señr Conde Reinante Schaumbourg Lippe, Marechal General, se tirou de uma parte do Alentejo com a relação dos fogos das Villas e logares que contém o dito mappa por Guilherme Elsden, Quartel Mestre General do Exército, 8 de outubro de 1767. Escala de 1 légua, 63mm.
  • Roteiro das estradas de Salvaterra e de Pancas para o Pinheiro - Tirado do Mappa Geral das Reaes Coutadas por ordem do Tenente Coronel Guilherme Elsden. Côrte de Salvaterra de Magos 8 de Fevereiro de 1771. Escala de 1 légua de 18 ao grau, 128mm.

Notas

  1. Franco, Matilde Sousa. «Elsden: A remarkable english Architect who helped to rebuild Lisbon is brought to light». Em Testemunhas do caos: As faces do terramoto de 1755 (Lisboa: Academia das Ciências de Lisboa, 2017)[1], 168.
  2. Sousa Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal (Lisboa: Imprensa Nacional) Vol I (1899), 297-299.
  3. Sousa Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal (Lisboa: Imprensa Nacional) Vol I (1899), 561.
  4. Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol I, 297-299.
  5. Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol III, 293-294.

Fontes

Bibliografia

Ligações Externas

https://www.uc.pt/org/historia_ciencia_na_uc/Textos/museu/labchimico


Autor(es) do artigo

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

Citar este artigo