Inocêncio Veloso Pederneiras

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Inocêncio Veloso Pederneiras
Nome completo Inocêncio Veloso Pederneiras
Outras Grafias valor desconhecido
Pai João de Sá Brito
Mãe Manuela Branco Pereira
Cônjuge Maria Isabel Veloso Rebelo
Filho(s) valor desconhecido
Irmão(s) valor desconhecido
Nascimento 15 junho 1818
Rio Grande do Sul, Brasil
Morte 18 junho 1891
Rio de Janeiro, Brasil
Sexo Masculino
Religião valor desconhecido


Biografia

Dados biográficos

Inocêncio Veloso Pederneiras nasceu em 15 de junho de 1818, no Rio Grande do Sul, e faleceu a 18 de junho de 1891, no Rio de Janeiro.

A 13 de setembro de 1889 foi agraciado com o título de Barão de Bujuru.

Carreira

Chefiou Comissão do Mucuri, que tinha por objetivo promover a abertura de estradas e da navegação em zonas dos rios Mucuri, Pardo e Jequitinhonha[1].

Outras informações

Obras

No Arquivo Histórico do Exército, no Rio de Janeiro, constam as seguintes obras:

1849 - Commissão de Exploração do Mucury e Jequinhonha (...) – Feito pelo Cap. L. V. Pederneiras, copiado pelo Cap. Antônio Vilella de Castro Tavares, em 1873, monocromático, nanquim, com escala, seta Norte, papel tecido, telado, bom estado, medindo 55,5 cm x 85 cm[2].

1849 - Comissão de Exploração do Mucury e Gequitinhonha – Comarca de Caravellas – Feito pelo Cap. Eng. I. V. Pederneiras, monocromático, nanquim, escala em braças, com seta Norte, papel canson, telado, bom estado, medindo 56,5 cm x 83,5 cm[3].

1849 - Comissão de Exploração do Mucury e Gequitinhonha – Feita pelo Cap. Eng. I. V. Pederneiras, monocromático, nanquim, com escalas em braças e em léguas, papel tecido, telado, bom estado, medindo 118,5 cm x 85 cm[4].

1852 - Comissão de Exploaração do Rio Pardo (Ilhéus – Porto Seguro) – feito pelo Cap. I. V. Pederneiras e Ten. M. R. da Costa, copiado por Cap. Antônio Américo Pereira da Silva em Dezembro de 1873, colorido, nanquim, tinta colorida, papel tecido, telado, escala em braças, bom estado, medindo 68 cm x 94 cm[5].

1861 - Comissão de Exploração do Mucury e Jequitinhonha – Interessses materiais das comarcas do Sul da Bahia – Mappa geral das comarcas de Caravellas e Porto Seguro – Compreendedo a porção do território da Província de Minas Geraes banhadas pelos Rios Mucury e Jequitinhonha até onde chega a sua navegabilidade – Feito pelo Cap. L. V. Pederneiras (...), colorido, nanquim, aquarela, com escala, papel tecido, fino, transparente, telado, mau estado, medindo 85 cm x 114 cm[6].

Notas

  1. Rego, André de Almeida. "Trajetórias de Vidas Rotas: Terra, Trabalho e Identidade Indígena na Província da Bahia (1822-1862)". Universidade Federal da Bahia-UFBA, 2014
  2. Arquivo Histórico do Exército - Brasil (AHEx). Cota: AHE 02.03.294
  3. Arquivo Histórico do Exército - Brasil (AHEx). Cota: AHE 15.01.3095
  4. Arquivo Histórico do Exército - Brasil (AHEx). Cota: AHE 23.01.3111
  5. Arquivo Histórico do Exército - Brasil (AHEx). Cota: AHE 15.01.3107
  6. Arquivo Histórico do Exército - Brasil (AHEx). Cota: AHE 23.03.279

Fontes

Arquivo Histórico do Exército - Brasil (AHEx)

Bibliografia

Rego, André de Almeida. "Trajetórias de Vidas Rotas: Terra, Trabalho e Identidade Indígena na Província da Bahia (1822-1862)". Universidade Federal da Bahia-UFBA, 2014

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

Citar este artigo