João da Silva Leal

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


João da Silva Leal
Nome completo valor desconhecido
Outras Grafias valor desconhecido
Pai valor desconhecido
Mãe valor desconhecido
Cônjuge valor desconhecido
Filho(s) valor desconhecido
Irmão(s) valor desconhecido
Nascimento valor desconhecido
Morte valor desconhecido
Sexo Masculino
Religião valor desconhecido


Biografia

Dados biográficos

Carreira

João da Silva Leal era 1º tenente do real corpo de engenheiros, exercendo as suas funções no Brasil[1].

Outras informações

Obras

  • 1808 - Planta topographica do rio de Joanes desde a sua foz, té o sitio da Grugaya grande, onde tem o seu oriente. Esta planta mandou levantar o Excelentissimo Senhor Conde da Ponte D. João de Saldanha da Gama de Melo Torres Guedes de Brito, Governador e Capitão General da Capitania da Bahia no Anno de 1808. Levantada e Desenhada por João da Silva Leal, 1º Ten.te do R.l Corpo d'Enginhr.os. Arquivo Militar do Rio de Janeiro.
  • 1809 - Nova Carta da America Meridional que está dividida por seus limites, em muitas capitanias, e commarcas quanto as posseçõens do dominio Portuguez, as quaes se observão pela linha divizoria, comprehendida desde a Capitania do Pará, té ao Rio Grande de S. Pedro do Sul. Feita no Anno de 1809. Por João da Silva Leal primeiro Ten.te do R.l Corpo d'Enginhr.os. Arquivo Militar do Rio de Janeiro.

Notas

  1. Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol III, 39-40.

Fontes

Bibliografia

Viterbo, Francisco de Sousa. Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol III. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1922.

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

Citar este artigo