João de Vargas Ollero

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


João de Vargas Ollero
Nome completo João Carlos de Vargas Ollero
Outras Grafias valor desconhecido
Pai valor desconhecido
Mãe valor desconhecido
Cônjuge valor desconhecido
Filho(s) valor desconhecido
Irmão(s) valor desconhecido
Nascimento valor desconhecido
Morte 5 dezembro 1916
Sexo Masculino
Religião valor desconhecido
Residência
Residência Évora, Portugal
Data Fim: 1877

Residência Angola
Data Início: 1877
Cargos
Cargo Apontador
Data Início: 11 de junho de 1873
Fim: 03 de janeiro de 1877

Cargo Condutor de 3ª classe
Data Início: 03 de janeiro de 1877
Fim: junho de 1880

Cargo Condutor auxiliar
Data Início: 01 de outubro de 1880
Fim: 18 de novembro de 1886

Cargo Condutor de 3ª classe
Data Início: 18 de novembro de 1886
Fim: 03 de agosto de 1898

Cargo Condutor de 2ª classe
Data Início: 03 de agosto de 1898
Fim: 31 de dezembro de 1908

Cargo Condutor de 1ª classe
Data Início: 31 de dezembro de 1908
Fim: 05 de dezembro de 1916
Actividade
Actividade Fiscalização
Data Início: 07 de outubro de 1880
Fim: 01 de agosto de 1881
Local de Actividade Douro, Portugal

Actividade Acompanhamento de obra
Data Início: 1888
Fim: 1888
Local de Actividade Beja, Portugal

Actividade Levantamento do território
Data Início: 1908
Fim: 1909

Actividade Levantamento do território
Data Início: 1912
Fim: 1912
Local de Actividade Santarém, Portugal


Biografia

Dados biográficos

Desconhece-se, até ao momento, a data de nascimento e naturalidade de João Carlos de Vargas Ollero.

Faleceu em 5 de Dezembro de 1916[1].

Carreira

Trabalhou como apontador afecto aos trabalhos no Caminho de Ferro do Minho em 11 de Junho de 1873. Devido a doença interrompeu o serviço naquele mês e retomou a Lisboa. Não sendo certo quando retomou o serviço, ainda em 23 de Junho seria transferido para a Direcção das Obras Públicas de Évora[2].

Foi requisitado pelo Ministério da Marinha e Ultramar para servir na província de Angola em 26 de dezembro de 1876 e nomeado condutor de 3ª classe da Direcção das Obras Públicas de Angola em 3 de janeiro de 1877[3]. Em 1879, encontrava-se a dirigir a construção do lanço de estrada do rio Girául[4]. Terminou a comissão em Junho de 1880[5].

Após o regresso ao Reino foi nomeado condutor auxiliar em 1 de Outubro e transferido para o serviço de fiscalização da empreitada da oitava secção do Caminho de Ferro do Douro no dia 7 daquele mês[5]. No ano seguinte, em 1 de Agosto, seria novamente transferido, desta feita para a Direcção das Obras Públicas de Beja[6] e colocado no lugar de chefe de trabalhos em 23 desse mês. Alcançou a efectividade no lugar de condutor de 3.ª classe em 18 de Novembro de 1886[7]. Nessa condição, dirigiu os trabalhos de construção da estrada real n.º 19, no districto de Beja, em 1888[8]. No ano seguinte, em 5 de Abril, foi transferido, a seu pedido, para o districto de Santarém[7]. Não obstante, segundo o mesmo documento, a colocação efectiva na Direcção das Obras Públicas daquele districto apenas terá acontecido por portaria de 18 de Fevereiro de 1893[9].

Alcançou o lugar de condutor de 2.ª classe em 3 de Agosto de 1898 e transferido para a 1.ª circunscrição dos trabalhos hidráulicos no dia 12 do mesmo mês[9]. Serviu nos serviços do Tejo e do porto de Lisboa a partir de 15 de Outubro de 1898. No ano seguinte, recebeu colocação efectiva no quadro como condutor de 2.ª classe[10].

Por ordem de serviço de 31 de Março de 1900, passou a estar afecto à Direcção Geral dos Correios e Telégrafos, sendo colocado no quadro daquele serviço na situação de destacado em 7 de Novembro do ano seguinte[11]. Manteve-se ao serviço daquela Direcção até 28 de Fevereiro de 1906 quando se apresentou à Direcção Geral de Obras Públicas e Minas. Seguidamente, foi colocado na situação de disponibilidade e transitou para a Direcção de Hidráulica Agrícola em 30 de Julho daquele ano[12].

Foi promovido ao lugar de condutor de 1.ª classe em 31 de Dezembro de 1908 e permaneceu afecto àquela última Direcção[12]. Nessa condição, esteve encarregue do reconhecimento das ribeiras do Carregado e do Vale de Galinha entre 1908 e 1909[13]. Participou igualmente no levantamento de uma planta parcelar de terrenos localizados, possivelmente, em Alvega no concelho de Abrantes em 1912[14].

Outras informações

Obras

- Direcção da construção do lanço de estrada do rio Girául, Angola (1879).

- Estrada real n.º 19, Beja (1888).

Notas

  1. Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Capa de processo.
  2. Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Documento 317.
  3. Arquivo Histórico Ultramarino. 768/1. 1D. MU. Cx. 1876-1932. Processos Individuais. ANG. João Carlos de Vargas Ollero. Folha de resumo.
  4. Ribeiro, "Relação do pessoal technico das obras publicas em 1879", 764.
  5. 5,0 5,1 Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Documento 97.
  6. Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Documento 97v..
  7. 7,0 7,1 Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Documento 44, fl. 1.
  8. Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Ofício n.º 23 da Direcção das Obras Públicas do Districto de Beja à Direcção Geral das Obras Públicas e Minas. Beja, 20 de Fevereiro de 1888.
  9. 9,0 9,1 Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Documento 44, fls. 2-3.
  10. Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Documento 44, fl. 3.
  11. Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Documento 44, fls. 3-4.
  12. 12,0 12,1 Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Documento 44, fl. 4.
  13. Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Ofício n.º 237 da Direcção de Hidráulica Agrícola à Direcção Geral de Obras Públicas e Minas. Lisboa, 23 de Abril de 1909.
  14. Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Ofício n.º 149 da Direcção de Hidráulica Agrícola à Direcção Geral de Obras Públicas e Minas. Lisboa, 23 de Dezembro de 1912.

Fontes

Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Capa de processo.

Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Documento 44, fls. 1-4.

Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Documento 317.

Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Documento 97-97v..

Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Ofício n.º 23 da Direcção das Obras Públicas do Districto de Beja à Direcção Geral das Obras Públicas e Minas. Beja, 20 de Fevereiro de 1888.

Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Ofício n.º 149 da Direcção de Hidráulica Agrícola à Direcção Geral de Obras Públicas e Minas. Lisboa, 23 de Dezembro de 1912.

Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 120, proc. 13. Ollero, João Carlos de Vargas. Ofício n.º 237 da Direcção de Hidráulica Agrícola à Direcção Geral de Obras Públicas e Minas. Lisboa, 23 de Abril de 1909.

Arquivo Histórico Ultramarino. 768/1. 1D. MU. Cx. 1876-1932. Processos Individuais. ANG. João Carlos de Vargas Ollero. Folha de resumo.

Bibliografia

Ribeiro, Manuel Ferreira. "Relação do pessoal technico das obras publicas em 1879". Em As Conferencias e o Itinerario do viajante Serpa Pinto atravez das terras da Africa Austral nos limites das provincias de Angola e Moçambique. Junho a Dezembro de 1878. Estudo critico e documentado contendo duas cartas geographicas por Manuel Ferreira Ribeiro, 761-765. Lisboa: Typographia Nova Minerva, 1879.

Autor(es) do artigo

João de Almeida Barata

https://orcid.org/0000-0001-9048-0447

Miguel Ferreira Miranda

https://orcid.org/0000-0002-7316-6736

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

Citar este artigo

Almeida Barata, João de, e Miguel Ferreira Miranda. "João de Vargas Ollero", in eViterbo. Lisboa: CHAM - Centro de Humanidades, FCSH, Universidade Nova de Lisboa, 2022. (última modificação: 25/06/2024). Consultado a 23 de julho de 2024, em https://eviterbo.fcsh.unl.pt/wiki/Jo%C3%A3o_de_Vargas_Ollero. DOI: []