José Maria Cavagna

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search

Biografia

Dados biográficos

José Maria Cavagna era de origem italiana[1].

Carreira

Foi um dos oficiais que integrou a "expedição scientífico-militar" de 1750 ao Brasil. Nessa altura detinha o posto de ajudante de infantaria com exercício de engenheiro, com um soldo mensal de 32.200 reis[1].

Era capitão em 1765, quando foi elevado ao posto de sargento-mor para ser destacado para servir no Rio de Janeiro[2].

Outras informações

Obras

Notas

  1. 1,0 1,1 Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol I, 205.
  2. Arquivo do Conselho Ultramarino, Ofícios: livro 38, folha 199v (apud Viterbo I 1899, 205)

Fontes

Bibliografia

Viterbo, Francisco de Sousa. Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol I. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1899.

Ofício de José Maria Cavagna ao secretário de estado do Reino e Mercês, conde de Oeiras, Sebastião José de Carvalho e Melo, sobre a necessidade de conseguir alojamento para si durante a estadia na cidade do Rio de Janeiro, conforme os privilégios concedidos ao brigadeiro Diogo Funck e aos dois capitães Rossio e Charlem, com as despesas pagas pela Fazenda Real; solicitando deferimento do seu pedido e o envio de ordens para que o provedor da Fazenda Real do Rio de Janeiro, Francisco Cordovil de Sequeira e Melo, proceda em conformidade, 04 de Maio de 1768.

Requerimento do sargento-mor de Infantaria com exercício de engenheiro, José Maria Cavagna, à rainha D. Maria I, solicitando a mercê do hábito de Cristo com a tença correspondente ao seu cargo com faculdade para repartir por sua mulher e filhas, com sobrevivência de umas a outras.

Decreto do rei D. José confirmando a nomeação, por decreto de 20 de julho de 1765, do capitão de Infantaria José Maria Cavagna, para o posto de sargento-mor com o exercício de engenheiro, para servir na praça do Rio de Janeiro pelo período de seis anos, com um soldo mensal estabelecido.

Ligações Externas

http://fortalezas.org/?ct=fortaleza&id_fortaleza=1157


Autor(es) do artigo

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

Citar este artigo