José de Avelar Rebelo

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


José de Avelar Rebelo
Outras Grafias EQUAL
Mãe Sebastiana de Avelar
Filho(s) Manuel Avelar de Sousa (filho natural)
Nascimento entre 1600 e 1610
[[Lisboa]]
Morte 14 de outubro de 1657
[[Lisboa]]
Sexo masculino

Biografia

Dados biográficos

Nasceu em Lisboa entre 1600 e 1610. Com o mecenato do duque de Bragança esteve em Madrid a estudar. Em 1633 trabalhou nas obras do paço ducal de Vila Viçosa. A partir de 1637 aparece várias vezes documentado em Lisboa, com a sua mulher D. Joana de Andrade vivendo primeiro na Rua dos Almocreves (aos Anjos) e depois na Cruz de Pedra (S. Domingos de Benfica)[1].

Morreu, depois de prolongada doença, a 14 de outubro de 1657, na sua casa na Cruz da Pedra. Por sua vontade, foi sepultado com o hábito dominicano no Convento de S. Domingos de Benfica[2].

Carreira

Entre 1633 e 1637 pintou para o duque de Bragança, futuro rei D. João IV, no paço ducal de Vila Viçosa.

Depois da Restauração foi nomeado pintor régio, por D. João IV, e mestre de pintura do príncipe D. Teodósio de Bragança.

Em 1644 foi eleito juiz da Irmandade de São Lucas.


Outras informações

Em 1654 recebeu de D. João IV o hábito da Ordem de Avis e trinta mil réis de renda nos bens dos confiscados ou ausentes em Castela[3]. No entanto, por doença prolongada de Avelar Rebelo e por morte de D. João IV, nunca chegou a receber esta mercê, que só veio a ser entregue ao seu filho natural Manuel Avelar de Sousa, por D. Pedro II, em 1692[4].

Obras

  • 1633-1637 - Pintura a fresco dos tectos da sala do Cântico dos Cânticos e das Delícias da Música no Paço Ducal de Vila Viçosa.
  • 1638-1648 - Pintura do tecto da Igreja do Loreto, Lisboa.
  • 1639-1648 - Pintura de 72 painéis para o tecto da Basílica dos Mártires em Lisboa, representando cenas da vida de Cristo.
  • 1639-1648 - Pintura sobre a tomada de Lisboa sob o arco da capela-mor da Basílica dos Mártires em Lisboa.
  • 1640-1645 - Pintura de S. Jerónimo do Mosteiro dos Jerónimos, Lisboa.
  • 1641 - Desenho que serviu de base à gravura de Agostinho Soares Floriano que serve de frontispício à obra: Applausos Academicos da Universidade de Coimbra a El-Rei Nosso Senhor D. João IV, impressa em Coimbra por Duarte Gomes de Loureiro.
  • 1643 - Retrato de D. João IV.
  • 1648 - Pintura de uma Adoração dos Magos .
  • 1650 - Pintura do tecto do coro da Basílica dos Mártires, Lisboa.
  • 1656 - Pintura do Triunfo de Nossa Senhora para a portaria do convento de S. Bento em Lisboa.
  • Uma pintura de São Tomé feita para a Capela Real, mas que deixou em testamento a Jorge Cardoso, seu amigo[5].


Referências bibliográficas

  1. José de Avelar Rebelo In http://www.mosteirojeronimos.gov.pt/pt/index.php?s=white&pid=226 consultado a 16/08/2017
  2. Viterbo, Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal (3ª série), 51-52.
  3. Viterbo, Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal (3ª série), 47-48.
  4. Viterbo, Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal (3ª série), 52-53.
  5. Francisco de Sousa Viterbo, Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1911 (3ª série), 55.

Bibliografia e Fontes

  • Costa, Félix. The antiquity of the art of painting by Félix da Costa, New Haven and London, Yale University Press, 1967.
  • Flor, Susana Varela e Flor, Pedro. Pintores de Lisboa: Séculos XVII-XVIII. A Irmandade de S. Lucas. Lisboa: Scribe, 2013.
  • Serrão, Vítor. "José de Avelar Rebelo" In Dicionário da Arte Barroca em Portugal. coord. Paulo Pereira, . Lisboa: Editorial Presença. 1989.
  • Serrão, Vítor (dir.). Rouge et or: Trésors du Portugal baroque . [Lisboa]: Gabinete das Relações Internacionais; Paris: Institut de France, 2001.
  • Silva, Inocêncio Francisco. Diccionário bibliographico portuguez: estudos de Innocêncio Francisco da Silva aplicáveis a Portugal e ao Brazil. Lisboa: Imprensa Nacional, 1858-1923.
  • Sobral, Luís de Moura. Pintura Portuguesa do Século XVII: Histórias, lendas, narrativas. Lisboa: Museu Nacional de Arte Antiga, 2004.
  • Viterbo, Francisco de Sousa. Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1911 (3ª série).

Ligações Externas


Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo