Luigi Manini

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Luigi Manini
Outras Grafias EQUAL
Pai Francesco Bonizzoni
Mãe Teresa Bonizzoni
Nascimento 8 de março de 1848
[[Crema, Itália]]
Sexo masculino

Biografia

Dados biográficos

Nasceu a 8 de março de 1848, em Crema (província de Cremona), filho de Francesco e Teresa Bonizzoni.

Estudou na Academia Brera de Milão e depois com Carlo Ferrario, professor de cenografia, a quem substituiu no Teatro Scala.

Carreira

Veio para Lisboa em abril de 1879 para trabalhar como cenógrafo do Teatro de S. Carlos. Em 1884 organizou as barracas para a Quermesse[1].

Outras informações

Obras

  • Hotel do Buçaco e projecto de outro edifício na mesma mata.
  • Casa do jardineiro e de Biester em Sintra e decoração do seu palácio.
  • Pintura da escada no palácio do Marquês da Foz.
  • Cenografia e decorações no Teatro do Funchal.
  • Decoração do jardim de inverno do Teatro de D. Amélia.
  • Decoração cenográfica nos teatros da Trindade, Recreios e Avenida.
  • Pintura do tecto do Teatro de S. João do Porto.
  • Decoração em estilo japones para o terraço da cidadela de Cascais.
  • Croquis para as óperas do maestro Keil, nomeadamente Irene e Serrana.
  • Palácio de Carvalho Monteiro em Sintra.
  • Quinta da Regaleira, Sintra.

Referências bibliográficas

  1. Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol III, 358-367.

Bibliografia e Fontes

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo