Nicolau da Silva Casqueiro

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Nicolau da Silva Casqueiro
Nome completo Nicolau da Silva Casqueiro
Outras Grafias valor desconhecido
Pai João Pires Casqueiro
Mãe Isabel Joaquina Mourinho
Cônjuge Ana Rita Stromp
Filho(s) Amália Casqueiro
Irmão(s) valor desconhecido
Nascimento 22 janeiro 1849
Castelo Branco, Portugal
Morte 20 outubro 1896
Sexo Masculino
Religião Cristã
Formação
Formação Instrução básica
Cargos
Cargo Apontador
Data Fim: 1867

Cargo Chefe de secção
Data Fim: 1882

Cargo Apontador
Data Fim: 1884

Cargo Condutor auxiliar
Data Início: junho de 1885
Fim: abril de 1886

Cargo Condutor auxiliar
Data Início: 28 de dezembro de 1886
Fim: 05 de março de 1888

Cargo Condutor de 2ª classe
Data Início: 05 de março de 1888
Actividade
Actividade Acompanhamento de obra
Data Início: 1887
Fim: 1887
Local de Actividade Moçâmedes, Angola

Actividade Desenho de arquitectura
Data Início: 1887
Fim: 1887
Local de Actividade Luanda, Luanda, Angola

Actividade Medição e orçamentação
Data Início: 1887
Fim: 1887
Local de Actividade Luanda, Luanda, Angola


Biografia

Dados biográficos

Nicolau da Silva Casqueiro nasceu a 22 de Janeiro de 1849 na freguesia de Monforte da Beira, concelho de Castelo Branco, e foi baptizado a 6 de fevereiro do mesmo ano. Era filho de João Pires Casqueiro e de Isabel Joaquina Mourinho, naturais da freguesia de São Miguel de Castelo Branco, neto paterno de Joaquim Francisco Casqueiro e de Joana Vitória e neto materno de Alexandre da Silva Fona e de Isabel Joaquina Mourinha, todos de Castelo Branco[1].

A 27 de novembro de 1886, com 37 anos de idade, solteiro, condutor de obras públicas, casou, em São Nicolau de Lisboa, com Ana Rita Stromp de 38 anos, solteira, natural e batizada na freguesia da Sé de Faro e moradora na rua dos fanqueiros, nº 122, 3º direito, Lisboa. Esta era filha de João dos Reis Lopes Stromp e de Maria Amália Machado, igualmente naturais da freguesia da Sé de Faro[2].

O casal residia em Lisboa, na Travessa de São Nicolau, nº 12, 1º andar[2]. Do casamento nasceu Amália Casqueiro em 5 de março de 1888 em São Nicolau, Lisboa, que veio a falecer a 24 de agosto de 1983 em Parede, Cascais[3].

Tinha a instrução primária e conhecimentos de língua francesa[4].

Nicolau da Silva Casqueiro faleceu a 20 de outubro de 1896[5].

Carreira

Serviu como apontador de obras públicas em 1867. Ocupou o lugar de escrivão suplente de fazenda e de fiscal do real de água em Proença a Nova[4].

Esteve colocado na Repartição Distrital de Obras Públicas da Junta Geral de Santarém, como chefe de trabalhos e chefe interino, pelo menos até 1882[6]. Posteriormente, foi chefe de medição, agente fiscal[4] e apontador de 1ª classe na linha de Caminho de Ferro do Algarve, pelo menos em 1884. Nesse ano requereu a sua colocação como chefe de trabalho de obras públicas no Império[7].

Em resultado da candidatura à admissão de condutor auxiliar no Ministério da Marinha e Ultramar em janeiro de 1885, segundo seu testemunho[8], foi colocado ao serviço da Direcção das Obras Públicas de Moçambique entre junho de 1885 e abril de 1886[9]. Interrompeu a comissão de serviço naquele último mês por motivos de doença, mais precisamente, malária e anemia, tendo sido examinado pela Junta de Saúde e ordenado a retornar ao Reino para apresentação à Junta de Saúde Naval e do Ultramar[10]. A 20 de outubro de 1886, pediu a transferência para as obras públicas na costa ocidental africana[11], sendo colocado na Direcção das Obras Públicas de Angola em 25 de outubro[12]. Partiu de Lisboa para Angola a 2 de novembro[13] e tomou posse do lugar em 28 de dezembro[12].

Entre a tomada de posse e maio de 1887 serviu na circunscripção de Moçâmedes, tendo requerido promoção a condutor de 2ª classe em janeiro e março daquele ano[14]. Nesse período esteve encarregado de obras na fortaleza de D. Fernando[15] e na fortaleza do Batalhão n.º 4[16]. A saída da circunscripção, requerida pelo governador do districto de Moçâmedes em 28 de abril daquele ano[17], terá resultado da indisciplina demonstrada pelo condutor na sua recusa em cumprir uma ordem de serviço no interior do districto requerida pelo chefe da circunscripção de obras públicas do districto e pelo próprio governador[18], em razão da qual foi aplicada a suspensão de um mês, em 5 de abril[19]. A acusação foi refutada pelo condutor. Em ofício de 27 de março, aquele assumia uma recusa inicial, em vista da comunicação de que cumpriria funções de amanuense e seguiria o chefe da circunscripção nas obras em realização, mas, igualmente, o posterior acatamento da ordem do governador do districto[15].

Após conclusão do período de suspensão, foi convidado a ocupar interinamente o lugar de director da imprensa do Governo Geral da província de Angola, ficando responsável pela supervisão das provas do Boletim Oficial[20]. Esta circunstância levantou novas questões junto do governador geral, Guilherme Augusto de Brito Capelo, tanto pela falta de habilitações do condutor para exercer aquelas funções, como pelo facto de o condutor ao invés de "pedir qualquer comissão própria da sua profissão, afim de se reabilitar depois do castigo que sofreu, preferiu solicitar a direcção da imprensa, que decerto não é um dos lugares mais próprios para um condutor"[18]. De resto, comunicando ao Ministério da Marinha e Ultramar acerca do segundo pedido de promoção a condutor de 2.ª classe, submetido em 1887[21], o governador era perentório em afirmar sobre a necessidade dos poderes públicos exercerem o maior "escrúpulo" na apreciação do pedido dada a ausência de habilitações suficientes que justificassem a promoção. O envio do requerimento oferecia igualmente espaço para críticas mais contundentes quer sobre a falta de preparação e disciplina dos condutores auxiliares enviados para a província "em vista das poucas habilitações, indolência e pouco zêlo" que demonstravam, quer sobre o sistema de promoção nas obras públicas do Império que se baseava na existência de vagas e não no merecimento do funcionário[18].

Ainda em maio de 1887, o condutor transitou para a circunscripção de Luanda onde serviu às ordens do director das Obras Públicas de Angola, Alexandre da Silveira e Lorena, Marquês das Minas[22]. Esteve encarregue do levantamento da planta topográfica da Sé, do palácio do Bispo de Angola e Congo e das suas dependências, e do projecto e orçamento das obras a realizar no quartel do Batalhão de Caçadores n.º 2, tendo trabalhado juntamente com Francisco Romano Newton noutras obras[22]. Nesse ano, obteve uma licença de saúde a gozar no Reino, decorrida entre 19 de novembro, data em que embarcou, e 30 de abril de 1888, quando regressou a Angola[12].

Em janeiro de 1888, requereu novamente a promoção a condutor de 2.ª classe[23], para cujo lugar foi provido em 5 de março de 1888[24]. Chefiou durante um ano, entre 1888 e 1889, a delegação de obras públicas de Ambriz[25]. No ano seguinte, requereu a promoção a condutor de 1.ª classe no quadro da fiscalização do Caminho de Ferro de Ambaca[26]. Recebeu novas licenças de saúde em 10 de maio de 1889, 14 de novembro de 1890[12] e 24 de março de 1891[27].

Encontrava-se em serviço em Benguela em 1893, quando a sua transferência foi recomendada em vista da sua possível interferência na instauração de um processo crime ao juiz de direito, António de Sá Malheiro, a quem era "afecto"[28].

O estado de saúde do condutor não terá melhorado, sendo, novamente, diagnosticado com anemia palustre e tuberculose pulmonar pela Junta Militar de Saúde em 1894[29] e com paludismo crónico, no ano seguinte, pela Junta de Saúde Naval e do Ultramar[30], razão pela qual recebeu sucessivas licenças de saúde para gozo no Reino, para onde embarcou em 29 de março de 1894[31]. Em virtude dos diagnósticos e, segundo indicação médica, por "não ter organização própria para o clima de Angola", o que impossibilitava que continuasse a servir como condutor de obras públicas, realizou dois requerimentos em 1895. A saber, o primeiro, em 5 de março, requerendo nova colocação em Moçambique ou Macau[32], e um segundo, em 26 de março, requerendo colocação num novo lugar[33]. Viria a falecer no ano seguinte.

Obras

Obras na fortaleza D. Fernando em Moçâmedes, Angola (1887).

Obras na fortaleza do Batalhão n.º 4 em Moçâmedes, Angola (1887).

Planta do palácio do Bispo de Angola e Congo em Luanda, Angola (1887).

Projecto e orçamento das obras a realizar no quartel do Batalhão de Caçadores n.º 2 em Luanda, Angola (1887).

Notas

  1. Arquivo Distrital de Castelo Branco. Paróquia de Monforte da Beira 1830/1911-03-31. Registo de Baptismos 1830/1911-03-26. Livro de Registo de Baptismos 1830/1853, fl. 224v..
  2. 2,0 2,1 Arquivo Nacional da Torre do Tombo. Paróquia de São Nicolau 1775/1911. Registo de casamentos 1755/1911. Livro de registo de casamentos 1886/1886, fl. 10v., nº 20.
  3. Geneall, "Amália Casqueiro". Visualizado em 17 Janeiro, 2023.
  4. 4,0 4,1 4,2 Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Informação referida ao anno de 189[3]. Luanda, 22 de fevereiro de 1893.
  5. Anúncio, Diário do Governo, no. 295, 29 de dezembro de 1896, 3495.
  6. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Atestado passado por António Ramos Frazão, chefe da Repartição Distrital das Obras Públicas de Santarém. Santarém, 23 de fevereiro de 1882.
  7. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Lisboa, 20 de novembro de 1884.
  8. Não foi possível confirmar esta informação com outras fontes. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Moçâmedes, 4 de janeiro de 1887.
  9. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Ofício à Direcção Geral do Ultramar. 19 de março de 1887.
  10. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Hospital Militar e Civil de Moçambique. Mappa de inspecção feita pela junta de saúde em sessão de 10 de abril de 1886.
  11. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Lisboa, 20 de outubro de 1886.
  12. 12,0 12,1 12,2 12,3 Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Ofício n.º 183 do Governo Geral da Província de Angola ao Secretário de Estado dos Negócios da Marinha e Ultramar. 29 de março de 1894.
  13. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Lisboa, 2 de novembro de 1886.
  14. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Moçâmedes, 4 de janeiro de 1887; Ofício à Direcção Geral do Ultramar. 19 de março de 1887.
  15. 15,0 15,1 Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Cópia do documento n.º 6, anexo ao Ofício n.º 161 de 28 de abril de 1887, comunicação de Nicolau da Silva Casqueiro ao secretário do governo. Moçâmedes, 27 de março de 1887.
  16. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Cópia do documento n.º 7, anexo ao Ofício n.º 161 de 28 de abril de 1887, comunicação de Nicolau da Silva Casqueiro ao chefe da circunscripção de obras públicas de Moçâmedes. Moçâmedes, 15 de março de 1887.
  17. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Cópia do documento n.º 4 anexo ao Ofício n.º 161 de 28 de abril de 1887, comunicação de Albano da Costa Ferreira, governador do districto de Moçâmedes, ao secretário geral do Governo da província de Angola.
  18. 18,0 18,1 18,2 Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Ofício n.º 472 de Guilherme Augusto de Brito Capelo, Governador Geral da província de Angola, ao Ministro e Secretário de Estado dos Negócios da Marinha e Ultramar. Luanda, 3 de outubro de 1887.
  19. A suspensão foi levantada por ordem do Governador Geral em 9 de maio, totalizando 19 dias. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Certidão passada pelo Marquês das Minas. Luanda, 4 de outubro de 1887.
  20. Uma vez que este documento se acha incluído junto de outros apresentados pelo condutor para sustentar a sua promoção a condutor de 1.ª classe admite-se que tenha aceite a referida nomeação. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Ofício n.º 451 da Secretaria do Governo Geral da província de Luanda a Nicolau da Silva Casqueiro. Luanda, 2 de maio de 1887.
  21. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Luanda, 6 de setembro de 1887.
  22. 22,0 22,1 Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Atestado pelo Marquês das Minas. Secretaria da Direcção das Obras Públicas em Luanda, 8 de novembro de 1887.
  23. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Lisboa, 4 de janeiro de 1888.
  24. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Carta de mercê. Paço, 15 de março de 1888.
  25. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Atestado pelo Marquês das minas. Direcção das Obras Públicas em Luanda, 15 de Maio de 1889.
  26. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Lisboa, 14 de julho de 1889.
  27. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Minuta. Paço, 24 de março de 1891.
  28. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Ofício da 1.ª Repartição da Direcção Geral do Ultramar à 3.ª Repartição. 25 de outubro de 1893.
  29. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Hospital Militar e Civil de Luanda. Mappa da inspecção feita pela Junta Militar de Saude, em sessão de 29 de Março de 1894. Igualmente diagnosticadas em 1888 como "anemia palustre e tuberculose incipiente". Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Mappa da Inspecção feita pela Junta Militar de Saude, em sessão de 13 de novembro de 1888.
  30. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Mappa de Inspecção feita pela Junta de Saude Naval e do Ultramar. Em sessão de 22 de Março de 1895.
  31. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Guia n.º 89. Secretaria Geral do Governo em Luanda, 29 de março de 1894.
  32. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Lisboa, 5 de março de 1895.
  33. Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Lisboa, 26 de março de 1895.

Fontes

Anúncio, Diário do Governo, no. 295, 29 de dezembro de 1896, 3495.

Arquivo Distrital de Castelo Branco. Paróquia de Monforte da Beira 1830/1911-03-31. Registo de Baptismos 1830/1911-03-26. Livro de Registo de Baptismos 1830/1853, fl. 224v..

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Atestado pelo Marquês das Minas. Direcção das Obras Públicas em Luanda, 15 de maio de 1889.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Atestado pelo Marquês das Minas. Secretaria da Direcção das Obras Públicas em Luanda, 8 de novembro de 1887.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Carta de mercê. Paço, 15 de março de 1888.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Cópia do documento n.º 4, anexo ao ofício n.º 161 de 28 de abril de 1887, comunicação de Albano da Costa Ferreira, governador do districto de Moçâmedes, ao secretário geral do Governo da província de Angola.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Cópia do documento n.º 6, anexo ao Ofício n.º 161 de 28 de abril de 1887, comunicação de Nicolau da Silva Casqueiro ao secretário do governo. Moçâmedes, 27 de março de 1887.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Cópia do documento n.º 7, anexo ao Ofício n.º 161 de 28 de abril de 1887, comunicação de Nicolau da Silva Casqueiro ao chefe da circunscripção de obras públicas de Moçâmedes. Moçâmedes, 15 de março de 1887.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Guia n.º 89. Secretaria Geral do Governo em Luanda, 29 de março de 1894.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Hospital Militar e Civil de Luanda. Mappa da inspecção feita pela Junta Militar de Saude, em sessão de 29 de Março de 1894.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Hospital Militar e Civil de Moçambique. Mappa de inspecção feita pela junta de saúde em sessão de 10 de abril de 1886.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Informação referida ao anno de 189[3]. Luanda, 22 de fevereiro de 1893.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Mappa de Inspecção feita pela Junta de Saude Naval e do Ultramar. Em sessão de 22 de Março de 1895.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Mappa de Inspecção feita pela Junta de Saude Naval e Ultramar. Em sessão de 4 de Maio de 1894.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Mappa da Inspecção feita pela Junta Militar de Saude, em sessão de 13 de novembro de 1888.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Minuta. Paço, 24 de março de 1891.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Ofício à Direcção Geral do Ultramar. 19 de março de 1887.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Ofício da 1.ª Repartição da Direcção Geral do Ultramar à 3.ª Repartição. 25 de outubro de 1893.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Ofício n.º 451 da Secretaria do Governo Geral da província de Luanda a Nicolau da Silva Casqueiro. Luanda, 2 de maio de 1887.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Ofício n.º 472 de Guilherme Augusto de Brito Capelo, Governador Geral da província de Angola, ao Ministro e Secretário de Estado dos Negócios da Marinha e Ultramar. Luanda, 3 de outubro de 1887.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Lisboa, 2 de novembro de 1886.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Lisboa, 4 de janeiro de 1888.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Lisboa, 5 de março de 1895.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Lisboa, 14 de julho de 1889.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Lisboa, 20 de outubro de 1886.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Lisboa, 20 de novembro de 1884.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Lisboa, 26 de março de 1895.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Luanda, 6 de setembro de 1887.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767,1. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Nicolau da Silva Casqueiro. Requerimento de Nicolau da Silva Casqueiro. Moçâmedes, 4 de janeiro de 1887.

Arquivo Nacional da Torre do Tombo. Paróquia de São Nicolau 1775/1911. Registo de casamentos 1755/1911. Livro de registo de casamentos 1886/1886, fl. 10v., nº 20.

Bibliografia

Geneall, "Amália Casqueiro". Visualizado em 17 Janeiro, 2023.

Autor(es) do artigo

João de Almeida Barata

https://orcid.org/0000-0001-9048-0447


Miguel Ferreira Miranda

https://orcid.org/0000-0002-7316-6736


Sandra Osório da Silva

Departamento de História, FCSH, Universidade NOVA de Lisboa.

https://orcid.org/0000-0001-7529-5008

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

Citar este artigo

Almeida Barata, João de, Miguel Ferreira Miranda e Sandra Osório da Silva. "Nicolau da Silva Casqueiro", in eViterbo. Lisboa: CHAM - Centro de Humanidades, FCSH, Universidade Nova de Lisboa, 2022. (última modificação: 25/06/2024). Consultado a 22 de julho de 2024, em https://eviterbo.fcsh.unl.pt/wiki/Nicolau_da_Silva_Casqueiro. DOI: []