Paquife

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search

(Termo de armaria). Segundo a observação de António de Vilas Boas na Nobiliarchia Portugueza, pág. 223 o costume de folhagens com que se ornam os escudos, tomou-se dos de Cária, província da Ásia menor que usavam nos actos militares trazer plumagens e sob graves penas as não podia trazer na guerra, senão quem em acto de armas obra-se algum feito assinalado. Deles tomaram este uso outras nações e dele se derivou o costume que hoje há das folhagens que saem do elmo pelo escudo e de plumas várias que se põe sobre o elmo. Estas folhagens são as que chamamos paquife e advirta-se que há-de ser sempre das mesmas cores e metais de que está composto e ornado o escudo e não de outras[1].

Notas

  1. Bluteau, Vocabulario Portuguez e latino (Tomo VI: P), 243.

Bibliografia e Fontes

  • Bluteau, Rafael. Vocabulario portuguez e latino, aulico, anatomico, architectonico, bellico, botanico, brasilico, comico, critico, chimico, dogmatico, dialectico, dendrologico, ecclesiastico, etymologico, economico, florifero, forense, fructifero... autorizado com exemplos dos melhores escritores portugueses, e latinos... Tomo VI: Letra O-P. Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1716.