Parque

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search

Mato ou bosque de caça, cercado de muro, em que andam corsas, veados, etc. Vem do hebraico pardes que quer dizer vergel, ou do francês parc, ou do inglês park, pois são os parque stão antigos em Inglaterra que segundo a opinião de alguns, foi Henrique I, rei de Inglaterra, o inventor deles no dito reino. Também certifica Zozimo que de tempos antigos os reis da Pérsia tinham matos grandes, cercados de muros, como os chamados parques que (se não me engano) correspondem às nossas Tapadas[1].

Notas

  1. Bluteau, Vocabulario Portuguez e latino (Tomo VI: P), 277.

Bibliografia e Fontes

  • Bluteau, Rafael. Vocabulario portuguez e latino, aulico, anatomico, architectonico, bellico, botanico, brasilico, comico, critico, chimico, dogmatico, dialectico, dendrologico, ecclesiastico, etymologico, economico, florifero, forense, fructifero... autorizado com exemplos dos melhores escritores portugueses, e latinos... Tomo VI: Letra O-P. Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1716.