Pontifical da Capela do Tosão de Ouro

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search
Pontifical
Data 1524
Género Paramentos
Encomendador D. Manuel I

Historial

De acordo com a crónica de Damião de Góis, D. Manuel I, quando foi agraciado com a ordem do Tosão de Ouro, ordenou ao seu feitor na Flandres, João Brandão, que mandasse fazer um pontifical para a capela desta ordem em Bruxelas. A encomenda foi feita ao feitor da Flandres, João Brandão, comendador da Ordem de Cristo. Foi mandado fazer aos melhores oficiais da Flandres, e acabado em 1524 e apresentado à igreja de Sablon, em Bruxelas.

Descrição

De acordo com a descrição de Damião de Góis devia ser um pontifical de pano rico de ouro, com sebastos bordados em que se deviam colocar as insígnias de Portugal. Damião de Góis diz que era "o mais rico e melhor obrado de quantos eu tenho visto, excepto o que el-rei mandou ao papa Leão, por Tristam da Cunha[1]".

Notas

Bibliografia e Fontes

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo

  1. citação em Francisco de Sousa Viterbo, Exposição d’Arte Ornamental. Notas ao Catalogo. (Lisboa: Imprensa Nacional, 1883), 17.