Rodrigo de Alviar

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Rodrigo de Alviar
Outras Grafias EQUAL
Sexo masculino

Biografia

Dados biográficos

Viterbo chama-lhe Pedro d'Alviar[1] mas a bibliografia mais recente chama-lhe Rodrigo.

Era cavaleiro da casa do rei e foi ourives da infanta D. Maria, filha do rei D. Manuel I por mais de vinte anos.

Carreira

Foi nomeado mestre da Casa da Moeda da cidade de Goa em alvará de 26 de setembro de 1565, por ausência de Bastião Roberto.

A 4 de março de 1566 foi-lhe concedido que pudesse renunciar do cargo em Diogo Rodrigues Cabaço, filho de Jorge Rodrigues, com a condição de que este casasse com a sua filha. No entanto, este casamento não se realizou pois Diogo Cabaço já casara em Goa.

A 14 de janeiro de 1568 foi-lhe passada nova provisão para que ele ficasse na posse do cargo sem renunciar em Diogo Cabaço[2].

Outras informações

Obras

Referências bibliográficas

  1. Viterbo. Artes e Artistas em Portugal. 118.
  2. Viterbo. Artes e Artistas em Portugal. 119.

Bibliografia e Fontes

  • Pinto, Carla Alferes. A infanta Dona Maria de Portugal (1521-1577): o mecenato de uma princesa renascentista. Lisboa: Fundação do Oriente, 1998.
  • Viterbo, Francisco de Sousa. Exposição d’Arte Ornamental. Notas ao Catalogo. Lisboa: Imprensa Nacional, 1883.

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo