Vestes enviadas por D Manuel ao Papa

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search
Paramentos
Data século XVI
Género Paramentos
Encomendador D. Manuel I

Historial

Na Crónica de D. Manuel I, na narrativa da embaixada enviada ao papa, vêm mencionadas as vestes que o rei enviou ao papa. Estas foram descritas por Alberto Carpi ao imperador Maximiliano. Na tomada de Roma pelo duque de Bourbon, em 1527, os soldados apoderaram-se dessas vestes, o que Garcia de Resende menciona na sua Miscellanea.

Viterbo supõe que fossem de origem flamenga[1].

Descrição

Segundo Alberto Carpi, eram vestes todas tecidas a ouro, que mal se via, de tal forma estavam cobertas de pedras preciosas e pérolas entrelaçadas em nós com a forma de romãs. Em certos pontos estavam bordadas a ouro e seda a face de Cristo e de dois apóstolos, adornados de pérolas e rubis não polidos[2].

Notas

Bibliografia e Fontes

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo

  1. Francisco de Sousa Viterbo, Exposição d’Arte Ornamental. Notas ao Catalogo. (Lisboa: Imprensa Nacional, 1883), 16-17.
  2. Francisco de Sousa Viterbo, Exposição d’Arte Ornamental. Notas ao Catalogo. (Lisboa: Imprensa Nacional, 1883), 16-17.