Afonso Álvares (1)

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Afonso Álvares (1)
Nome completo Afonso Álvares
Outras Grafias EQUAL
Morte 15 de fevereiro de 1572

Biografia

Dados biográficos

Tio de Baltazar Álvares.

Cavaleiro fidalgo da casa do Cardeal D. Henrique.

Carreira

Mestre de obras em 1569, no ano seguinte assume o lugar deixado vago por Manuel Pires como mestre de obras do cano de Água da Prata, em Évora. Simultaneamente, sucede-lhe também no cargo mestre das obras reais da comarca do Alentejo.

Em 1571 trabalha como mestre das obras das fortificações do reino.

Em 1572 ocupa o lugar de procurador da Real Confraria de Santa Catarina do Monte Sinai[1][2].

Outras informações

Obras

Referências bibliográficas

  1. Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol I, 12-15
  2. Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol III, 218

Bibliografia e Fontes

  • Lima, Carlos Ruão. "O Eupalinos Moderno": teoria e prática da arquitectura religiosa em Portugal: 1550-1640." Tese de Doutoramento, Universidade de Coimbra, 2011.
  • Mouzinho, António João Medina. "Afonso Álvares, arquitecto funcionalista: a tradição e a modernidade na arquitectura portuguesa do século XVI : os eixos das invariantes funcionais". Dissertação, Lisboa: [s.n.], 1986.
  • Serrão, Vítor, História da Arte em Portugal: o renascimento e o maneirismo. Lisboa; Editorial Presença, 2002. 74-75.
  • Viterbo, Francisco de Sousa. Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal. Vol I. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1899.
  • Viterbo, Francisco de Sousa. Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal. Vol III. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1922.

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo