António Lopes de Barros

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


António Lopes de Barros
Nome completo António Lopes de Barros
Outras Grafias valor desconhecido
Pai valor desconhecido
Mãe valor desconhecido
Cônjuge valor desconhecido
Filho(s) valor desconhecido
Irmão(s) valor desconhecido
Nascimento valor desconhecido
Morte valor desconhecido
Sexo Masculino
Religião valor desconhecido
Postos
Posto Capitão

Posto Sargento-mor
Data Início: 11 de agosto de 1802
Arma Cavalaria
Cargos
Data Início: 11 de agosto de 1802

Cargo Professor


Biografia

Dados biográficos

Carreira

António Lopes de Barros foi aluno partidista da Real Academia de Artilharia, Fortificação e Desenho.

"Reduziu a maior ponto a carta topographica da capitania do Rio de Janeiro, levantada por Manoel Vieira Leão"

Capitão da 6ª Companhia, graduado em sargento-mor do segundo regimento de linha da cidade do Rio de Janeiro.

Promovido a sargento-mor efectivo do mesmo regimento por decreto de 11 de agosto de 1802[1].

Lente auxiliar do Coronel António Joaquim de Oliveira na Real Academia de Artilharia, Fortificação e Desenho, juntamente com o capitão de artilharia José de Oliveira Barbosa, segundo e primeiro substitutos respectivamente, que tinham a função de "ajudar nos exercícios práticos e ainda nas lições especulativas e de desenho" [2].


Outras informações

Obras

No Arquivo Histórico do Exército, no Rio de Janeiro, consta a seguinte obra de sua autoria:

Carta Topográfica da Capitania do Rio de Janeiro. Reduzida por Antônio Lopes de Barros em 1788. Copiada do original por Álvaro de Miranda Filho em 1938, monocromático, nanquim, aquarela, com nota explicativa, papel tecido, 31cm x 24,5cm[3].

Notas

  1. Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol II, 80
  2. Piva, Teresa. “A Evolução da Engenharia Militar no Rio de Janeiro de 1765 a 1810.” In História da Ciência Luso-Brasileira. Coimbra Entre Portugal e o Brasil, 145–56. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2013.
  3. Arquivo Histórico do Exército - Brasil (AHEx). Cota: AHE 04.03.999

Fontes

Arquivo Histórico do Exército - Brasil (AHEx)

Bibliografia

Viterbo, Francisco de Sousa. Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal. Vol II. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1904.

Ligações Externas


Autor(es) do artigo

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

Citar este artigo