António Pinto da Fonseca

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


António Pinto da Fonseca
Nome completo António Pinto da Fonseca
Outras Grafias EQUAL


Biografia

Dados biográficos

Carreira

Partiu para a Índia em 1612, investido no recém-criado cargo de provedor das fortalezas com a função de superintender as as obras nas fortalezas e a artilharia, visitá-las com um engenheiro e informar-se do estado em que se achavam. Esse cargo fora criado a 9 de fevereiro de 1611.

Antes de ir para a Índia havia militado na Flandres, onde ganhara grande nome e fama.

Opôs-se à construção de uma igreja jesuíta. Em Diu traçou a obra do baluarte da barra. Executou a fortaleza de Cochim, cumprindo o traçado feito pelo engenheiro Júlio Simão.

A 7 de janeiro de 1614 o rei fê-lo provedor e visitador geral das fortalezas do Estado da Índia.

Em 1629 achava-se em Malaca com o título de capitão-geral do sul e poderes de vida da fazenda, participou no cerco da cidade[1].

Outras informações

Obras

Notas

  1. Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol III, 405

Fontes

Bibliografia

  • Viterbo, Francisco de Sousa. Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal. Vol III. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1922.

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

Citar este artigo