Bernardo António de Sá

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Bernardo António de Sá
Nome completo Bernardo António de Sá
Outras Grafias valor desconhecido
Pai valor desconhecido
Mãe valor desconhecido
Cônjuge valor desconhecido
Filho(s) valor desconhecido
Irmão(s) valor desconhecido
Nascimento valor desconhecido
Morte 1944
Sexo Masculino
Religião valor desconhecido
Formação
Formação Condutor de obras
Data Início: 1890
Fim: 1895
Local de Formação Lisboa, Lisboa, Portugal
Cargos
Cargo Condutor de 2ª classe
Data Início: 17 de março de 1896
Fim: 12 de janeiro de 1897

Data Início: 12 de janeiro de 1897
Fim: 20 de maio de 1902

Cargo Condutor de 3ª classe
Data Início: 20 de maio de 1902
Fim: 14 de março de 1903

Cargo Condutor de 3ª classe
Data Início: 02 de novembro de 1906
Fim: 16 de dezembro de 1916

Cargo Condutor de 2ª classe
Data Início: 16 de dezembro de 1916
Fim: 25 de outubro de 1920

Cargo Engenheiro auxiliar
Data Início: 25 de outubro de 1920
Fim: 1933


Biografia

Dados biográficos

Até ao momento, desconhece-se a data e o local de nascimento de Bernardo António de Sá. Faleceu em 1944, quando já se encontrava aposentado[1].

Diplomou-se com o curso de condutor de obras públicas e minas pelo Instituto Industrial e Comercial de Lisboa, que frequentou entre 1890 e 1895[2]. Concluiu o curso com a realização de um tirocínio (estágio) de seis meses, decorrido entre 14 de Agosto de 1894 e 14 de Fevereiro de 1895, na 4.ª secção da Direcção dos Edifícios Públicos e Faróis do Ministério das Obras Públicas, Comércio e Indústria (MOPCI) sob a supervisão do engenheiro subalterno de 1.ª classe, Humberto Ferreira Borges de Castro[3].

Carreira

Após pedido realizado em 18 de Dezembro de 1895[4], foi nomeado condutor de 2.ª classe em 17 de Março de 1896 e colocado na Direcção das Obras Públicas de Angola[5]. A comissão terminou no ano seguinte, sendo autorizada a sua passagem ao Reino pelo governador do districto de Benguela, em 12 de Janeiro, encontrando-se já exonerado do cargo, o que ocorreu "a seu pedido"[6].

Já no Reino retomou o serviço como chefe de trabalhos na 4.ª secção de construção da Direcção de Edifícios Públicos e Fornecimento de Materiais[7] e permaneceu nessas funções até 20 de Outubro de 1898[8]. Transitou depois para a 3.ª secção de construção com o mesmo lugar onde trabalhou nas obras do Hospital de São José em Lisboa. No entanto, a transferência colocou-o numa situação profissional pouco definida o que motivaria o seu pedido para ser colocado no quadro de condutores de obras públicas realizado em 17 de Novembro de 1899[7]. Permaneceria ao serviço da 3.ª secção sem estar afecto a um serviço específico[9] até 20 de Maio de 1902, data em que foi colocado como condutor de 3.ª classe da Direcção das Obras Públicas do districto de Évora em 20 de Maio de 1902[10].

Colaborou junto do Museu Etnológico Português, em Lisboa, entre 14 de Março de 1903 e Outubro de 1906[11]. A transferência ocorreu por vontade do próprio[12], tendo sido comunicada a Maximiliano Apolinário, adjunto do Museu, que a sugeriu ao fundador e director do Museu, o professor José Leite de Vasconcelos. Na qualidade de técnico participou em várias escavações arqueológicas, nomeadamente, no sítio do povoado pré-histórico do Outeiro de São Mamede, no Bombarral, de que deixou vastas anotações, no cemitério de Mértola, em Colares e em Aljustrel[13].

Finda a comissão no Museu, foi colocado no anterior lugar junto da Direcção das Obras Públicas do districto de Coimbra em 2 de Novembro de 1906[14]. Na mesma situação, foi transferido para a Direcção das Obras Públicas do districto de Portalegre em 1 de Junho de 1907[15] e, novamente, em 30 de Novembro desse ano, para a 1.ª Direcção das Obras Públicas de Lisboa[16]. Ao serviço desta última direcção, em 1910, deveria ter trabalhado como chefe de trabalhos nas obras da Avenida da Índia, sendo impedido por doença[17]. Foi promovido a condutor de 2.ª classe em 16 de Dezembro de 1916, tomando posse em 13 de Janeiro do ano seguinte[18].

Por decreto de 25 de Outubro de 1920 foi nomeado engenheiro auxiliar de 3.ª classe em efectividade de quadro. Em 23 de Março do ano seguinte, foi transferido para a Administração Geral de Estradas e Turismo. Progrediu ao lugar de engenheiro auxiliar de 2.ª classe em 28 de Novembro de 1924 e ao de 1.ª classe em 21 de Setembro de 1932[19]. Em 1933, ocupava o lugar de chefe da 1.ª secção de serviços da Direcção de Estradas do districto de Lisboa[20].

Obras

Obras no Hospital de São José, em Lisboa (1899).

Notas

  1. Édito de 19 de Maio de 1944, Diário do Governo, no. 120, III.ª série, 25 de Maio de 1944, 1239.
  2. Arquivo Histórico Ultramarino. 767/2. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Bernardo António de Sá. Ofício do Instituto Industrial e Comercial de Lisboa. 9 de Dezembro de 1895.
  3. Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 148, proc. 11. Sá, Bernardo António de. Ofício de Humberto Ferreira Borges de Castro ao Director Geral de Obras Públicas e Minas. Lisboa, 3 de Janeiro de 1902.
  4. Arquivo Histórico Ultramarino. 767/2. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Bernardo António de Sá. Requerimento. 18 de Dezembro de 1895.
  5. Portaria de 17 de Março de 1896, Diário do Governo, no. 71, 30 de Março de 1896, 763.
  6. Arquivo Histórico Ultramarino. 767/2. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Bernardo António de Sá. Guia n.º 4. 12 de Janeiro de 1897.
  7. 7,0 7,1 Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 148, proc. 11. Sá, Bernardo António de. Requerimento de Bernardo António de Sá. Lisboa, 17 de Novembro de 1899.
  8. Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 148, proc. 11. Sá, Bernardo António de. Atestado de António Maria Baptista Júnior, chefe de secção dos Edifícios da 5.ª Zona da Inspecção dos Serviços de Obras Públicas do Districto de Lisboa. Lisboa, 17 de Janeiro de 1898.
  9. "Relação dos conductores no caso previsto no artigo 101.º do decreto de 24 de outubro ultimo, que reorganizou a engenharia civil e os serviços da sua competencia", 23 de Dezembro de 1901, Diário do Governo, no. 294, 28 de Dezembro de 1901, 3710.
  10. Decreto de 20 de Maio de 1902, Diário do Governo, no. 181, 14 de Agosto de 1902, 2500.
  11. Despacho de 14 de Março de 1903, Diário do Governo, no. 60, 17 de Março de 1903, 890.
  12. Realizou requerimento para a sua transferência em 7 de Novembro de 1902. Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 148, proc. 11. Sá, Bernardo António de. Requerimento de Bernardo António de Sá. Évora, 7 de Novembro de 1902.
  13. Cardoso e Carreira, "O povoado calcolítico do Outeiro de São Mamede", 99-100.
  14. Despacho de 2 de Novembro de 1906, Diário do Governo, no. 249, 3 de Novembro de 1906, 3816.
  15. Despacho de 1 de Junho de 1907, Diário do Governo, no. 122, 3 de Junho de 1907, 1646.
  16. Despacho de 30 de Novembro de 1907, Diário do Governo, no. 272, 2 de Dezembro de 1907, 3731.
  17. Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 148, proc. 11. Sá, Bernardo António de. Ofício n.º 2058 do Director da 1.ª Direcção das Obras Públicas do Districto de Lisboa ao Director Geral do Ministéro das Obras Públicas e Minas. Lisboa, 8 de Dezembro de 1910.
  18. Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 148, proc. 11. Sá, Bernardo António de. Ofício n.º 917 do Director da 1.ª Direcção das Obras Públicas do Districto de Lisboa ao Director Geral de Obras Públicas e Minas. Lisboa, 11 de Janeiro de 1917.
  19. Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 148, proc. 11. Sá, Bernardo António de. Folha avulsa. "Livro 9, Folhas 182, Livro 11, folhas 77, n.º 11, P.º 1788".
  20. Arquivo Municipal de Sintra. Administração do Concelho de Sintra, Expediente, Correspondência recebida, cx. 41. Ofício do Chefe da 1ª Secção de Serviços da Direção de Estradas do Distrito de Lisboa, Bernardo António de Sá, ao Administrador do Concelho de Sintra (...). 25 de Janeiro de 1933.

Fontes

Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 148, proc. 11. Sá, Bernardo António de. Atestado de António Maria Baptista Júnior, chefe de secção dos Edifícios da 5.ª Zona da Inspecção dos Serviços de Obras Públicas do Districto de Lisboa. Lisboa, 17 de Janeiro de 1898.

Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 148, proc. 11. Sá, Bernardo António de. Folha avulsa. "Livro 9, Folhas 182, Livro 11, folhas 77, n.º 11, P.º 1788".

Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 148, proc. 11. Sá, Bernardo António de. Ofício de Humberto Ferreira Borges de Castro ao Director Geral de Obras Públicas e Minas. Lisboa, 3 de Janeiro de 1902.

Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 148, proc. 11. Sá, Bernardo António de. Ofício n.º 917 do Director da 1.ª Direcção das Obras Públicas do Districto de Lisboa ao Director Geral de Obras Públicas e Minas. Lisboa, 11 de Janeiro de 1917.

Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 148, proc. 11. Sá, Bernardo António de. Ofício n.º 2058 do Director da 1.ª Direcção das Obras Públicas do Districto de Lisboa ao Director Geral do Ministéro das Obras Públicas e Minas. Lisboa, 8 de Dezembro de 1910.

Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 148, proc. 11. Sá, Bernardo António de. Requerimento de Bernardo António de Sá. Évora, 7 de Novembro de 1902.

Acervo Infraestruturas, Transportes e Comunicações. Processos Individuais de Funcionários. PI-Cx. 148, proc. 11. Sá, Bernardo António de. Requerimento de Bernardo António de Sá. Lisboa, 17 de Novembro de 1899.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767/2. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Bernardo António de Sá. Guia n.º 4. 12 de Janeiro de 1897.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767/2. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Bernardo António de Sá. Ofício do Instituto Industrial e Comercial de Lisboa. 9 de Dezembro de 1895.

Arquivo Histórico Ultramarino. 767/2. 1D. MU. Cx. 1883-1930. Processos Individuais. ANG. Bernardo António de Sá. Requerimento. 18 de Dezembro de 1895.

Arquivo Municipal de Sintra. Administração do Concelho de Sintra. Expediente. Correspondência recebida. Cx. 41. Ofício do Chefe da 1ª Secção de Serviços da Direção de Estradas do Distrito de Lisboa, Bernardo António de Sá, ao Administrador do Concelho de Sintra (...). 25 de Janeiro de 1933.

Decreto de 20 de Maio de 1902, Diário do Governo, no. 181, 14 de Agosto de 1902, 2500.

Despacho de 1 de Junho de 1907, Diário do Governo, no. 122, 3 de Junho de 1907, 1646.

Despacho de 2 de Novembro de 1906, Diário do Governo, no. 249, 3 de Novembro de 1906, 3816.

Despacho de 14 de Março de 1903, Diário do Governo, no. 60, 17 de Março de 1903, 890.

Despacho de 30 de Novembro de 1907, Diário do Governo, no. 272, 2 de Dezembro de 1907, 3731.

Édito de 19 de Maio de 1944, Diário do Governo, no. 120, III.ª série, 25 de Maio de 1944, 1239.

Portaria de 17 de Março de 1896, Diário do Governo, no. 71, 30 de Março de 1896, 763.

"Relação dos conductores no caso previsto no artigo 101.º do decreto de 24 de outubro ultimo, que reorganizou a engenharia civil e os serviços da sua competencia", 23 de Dezembro de 1901, Diário do Governo, no. 294, 28 de Dezembro de 1901, 3710.

Bibliografia

Cardoso, João Luís, e Júlio Roque Carreira. "O povoado calcolítico do Outeiro de São Mamede (Bombarral): estudo do espólio das escavações de Bernardo de Sá (1903/1905)". Em Estudos Arqueológicos de Oeiras, 11: 97-228. Oeiras: Câmara Municipal de Oeiras, 2003.

Autor(es) do artigo

João de Almeida Barata

https://orcid.org/0000-0001-9048-0447

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

Bolsa de investigação no CHAM - Centro de Humanidades da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, com a referência UIDB/04666/2020, financiado por fundos nacionais através da FCT/MCTES (PIDDAC), para desenvolvimento de trabalhos de investigação na plataforma eViterbo

DOI

Citar este artigo

Almeida Barata, João de. "Bernardo António de Sá", in eViterbo. Lisboa: CHAM - Centro de Humanidades, FCSH, Universidade Nova de Lisboa, 2022. (última modificação: 25/06/2024). Consultado a 23 de julho de 2024, em https://eviterbo.fcsh.unl.pt/wiki/Bernardo_Ant%C3%B3nio_de_S%C3%A1. DOI: []