Birro

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search

Definição

É nome grego, alatinado, que antigamente se deu a certa parte das vestiduras eclesiásticas, religiosas e seculares. Querem alguns que birro fosse murça curta, com capelo breve e outros que fosse hábito próprio de monges. Outros, que fosse barrete solto para cobrir a cabeça, outros que chegasse a cobrir os ombros; outros que fosse mais comprido e do talhe das capas de campanha e caminho; e outros que fosse a modo das capas mouriscas ou marmotas de que ainda hoje usam os africanos e os cristãos cativos que de lá vem e para prova deste último parecer dizem que, no Codex Theodosiano De habitu lib. 2.

O Imperador Teodósio permitir o uso do birro aos escravos. Não só na figura mas também cor do birro variam as opiniões porque birro em grego vale o mesmo que vermelho; antigamente, todo o ornamento da cabeça era vermelha, o que em primeiro lugar observaram os egípcios, em memória de ficarem livres da mão do anjo exterminado os que se achavam com o distintivo desta cor. Porém, nem sempre o birro foi vermelho mas deu a cor o nome à matéria e antigamente os barretes, ainda que brancos, foram chamados birros, como consta destes dois versos de Claudiano: Nominis umbra tenete, nã dicere Birru Si Castor niteat, Castoreum nequeo.

Ao barrete ficou o nome de birro[1].

Referências Documentais

Outras informações

Obra

Notas

  1. Bluteau, Vocabulario Portuguez e latino (Tomo II: B-C), 125.

Fontes

Bibliografia

Bluteau, Rafael, Vocabulário Português e Latino…, 8 vols. e 2 Suplementos. Coimbra: Colégio das Artes da Companhia de Jesus, 1712-1728.

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

André Filipe Neto e Maria Teresa Oliveira ; Andreia Fontenete Louro

Financiamento

Fundação Calouste Gulbenkian - Projetos de Investigação em Língua e Cultura Portuguesa 2019, Ref.: 227751.

DOI

Citar este artigo

  • Birro (última modificação: 25/08/2022). eViterbo. Visitado em