Domingos Vieira

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Domingos Vieira
Nome completo Domingos Vieira
Outras Grafias valor desconhecido
Pai valor desconhecido
Mãe valor desconhecido
Cônjuge valor desconhecido
Filho(s) valor desconhecido
Irmão(s) valor desconhecido
Nascimento valor desconhecido
Morte valor desconhecido
Sexo valor desconhecido
Religião Masculino


Biografia

Dados biográficos

Conhecido como o Escuro.

Em 1606 foi isentado dos encargos da bandeira de S. Jorge.

Era cunhado de um corrieiro que fazia coisas de anta no fim da rua dos Douradores e Guadamecileiros. Em 1634 a sua pintura para a capela de Nossa Senhora do Rosário, na Caparica, foi censurada pela Inquisição.

Provavelmente morreu em 1678 pois nesse ano foi sucedido no cargo de pintor régio por Bento Coelho da Silveira[1][2].

Carreira

Em 1634 assistia em casa do conde de Monsanto.

Pintor régio até 1678[1][2].

Outras informações

Obras

  • 1627 - Pintura encomendada por António Rodrigues das Neves, cura da freguesia de Nossa Senhora do monte da Caparica, para a capela de Nossa Senhora do Rosário da igreja matriz da freguesia. O retábulo dividia-se em vários compartimentos, num dos quais estava pintada Nossa Senhora da Conceição com S. Tomás ao lado e do outro S. Duns Scotus.
  • 1652 - Painel da Portaria do Mosteiro de S. Bento, Lisboa.

Referências bibliográficas

  1. 1,0 1,1 Viterbo, Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal, 157.
  2. 2,0 2,1 Viterbo, Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal (2ª série), 77.

Bibliografia e Fontes

  • Flor, Susana Varela, Flor, Pedro. Pintores de Lisboa: Séculos XVII-XVIII. A Irmandade de S. Lucas. Lisboa: Scribe, 2013.
  • França, José-Augusto. O retrato na arte portuguesa. Lisboa: Livros Horizonte, 1981.
  • Gonçalves, Susana Cavaleiro Ferreira Nobre. "A arte do retrato em Portugal no tempo do barroco (1683-1750): conceitos, tipologias e protagonistas." Dissertação de Doutoramento, Universidade de Lisboa, 2013.
  • Machado, Cirilo Volkmar. Collecção de memórias, relativas às vidas dos pintores, e escultores, architetos, e gravadores portuguezes, e dos estrangeiros, que estiverão em Portugal recolhidas e ordenadas por Cyrillo Volkmar Machado, pintor ao serviço de S. Magestade o senhor D. João VI. Lisboa: Imprensa de Victorino Rodrigues da Silva, 1823.
  • Santos, Reinaldo. "A pintura portuguesa no século XVII". Conferências de arte (1943): 37-56.
  • Serrão, Vítor. A pintura protobarroca em Portugal, 1612-1657: o triunfo do naturalismo e do tenebrismo. Lisboa: Edições Colibri, 2000.
  • Sobral, Luís de Moura. Pintura Portuguesa do Século XVII: Histórias, lendas, narrativas. Lisboa: Museu Nacional de Arte Antiga, 2004.
  • Viterbo, Francisco de Sousa. Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1903 e 1906 (2ª série).

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo