Francisco Xavier Fabri

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Francisco Xavier Fabri
Nome completo Francisco Xavier Fabri
Outras Grafias EQUAL
Morte 1807

Biografia

Dados biográficos

Professo na Ordem de Cristo, agraciado com o hábito em 1804.

Carreira

Segundo Volkmar Machado, terá sido trazido de Roma por D. Francisco Gomes de Avelar, bispo do Algarve, para reedificar a sua Sé. Tendo ficado em casa do Conde de Óbidos, leccionava a um filho do Marquês de Abrantes, recebendo 200rs.

Apresenta um risco para o novo Palácio da Ajuda.

Após a morte de Manuel Caetano de Sousa duplica-se o lugar de Arquitecto das Obras Públicas a favor de Fabri e de José da Costa.

Após a sua morte, António Francisco Rosa, Joaquim Marques de Abreu, Manuel Gaião, Martinho José Peixoto e Pedro António Oliveira completaram o risco do Palácio de Castelo Melhor.

Tira o prospecto das ruínas do teatro romano descoberto em Lisboa, na rua de S. Mamede[1].

Outras informações

Obras

Referências bibliográficas

  1. Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol I, 313-314.

Bibliografia e Fontes

  • Viterbo, Francisco de Sousa. Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal. Vol I. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1899.

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo