João de Castilho

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


João de Castilho
Nome completo João de Castilho
Outras Grafias EQUAL
Filho(s) Maria de Castilho, António de Castilho e João de Castilho
Nascimento 1470
Santander, Astúrias (montanhas de Biscaia)
Morte 1552 (82 anos)

Biografia

Dados biográficos

Natural de Santander, viaja por Itália antes de chegar a Portugal.

Sousa Viterbo regista a ligação ao visconde Júlio de Castilho: segundo o visconde, João de Castilho inicia a genealogia dos Castilhos.

Filho homónimo.

O neto Luís de Castilho e o bisneto João de Castilho (irmão de Sebastião de Castilho) ficam cativos em Álcacer Quibir[1].

Carreira

No início do século XVI trabalha em Viseu na construção da abóbada debaixo do coro da Sé (com o irmão Diogo de Castilho), terminado em 1513.

Trabalha também nas obras do Mosteiro de Belém em 1517, possivelmente dirigindo a obra.

Em 1519 dirige as obras no Convento de Cristo em Tomar, aí tendo residência.

No mesmo ano dirige as obras no Mosteiro de Alcobaça, na sacristia e livraria.

Em 1522 continua a trabalhar em Belém, recebendo 1000 cruzados, como parte do pagamento.

A 04 de Junho de 1528 é nomeado mestre das obras da Batalha, lugar vago por morte de Mateus Fernandes.

Em 1529 encontrava-se em Arzila com Duarte Coelho para observar as obras da fortaleza.

Em 1532 renuncia o cargo de mestre das obras da Batalha em Miguel de Arruda.

Em 1542 encontra-se em Mazagão dirigindo obras.

Entre 1548 e 1551 está em Tomar, nas obras do Convento.

Constrói a Igreja de Pias[2].

Outras informações

Obras

Sousa Viterbo reproduz um documento de D. João III em que são enumeradas as obras de João de Castilho até 1533[3].

Referências bibliográficas

  1. Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol III, 263-270.
  2. Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol I, 183-204 e Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol III, 263-270.
  3. Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol I, 183-204.

Bibliografia e Fontes


Ligações Externas

Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo