Manuel Germano da Mata

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Manuel Germano da Mata
Nome completo Manuel Germano da Mata
Outras Grafias Manuel Germano da Matta, Manoel Germano da Mota
Pai valor desconhecido
Mãe valor desconhecido
Cônjuge valor desconhecido
Filho(s) valor desconhecido
Irmão(s) valor desconhecido
Nascimento valor desconhecido
Morte valor desconhecido
Sexo valor desconhecido
Religião valor desconhecido


Biografia

Dados biográficos

Carreira

Engenheiro no tempo de D. José I.

Sargento-mor de Infantaria com exercício de engenheiro para servir por seis anos nas ilhas de Cabo Verde, com o soldo do posto, a 20 de setembro de 1765. Essa provisão é depois alterada para o mesmo posto, com soldo de 36.000 mensais pelo "tempo que nellas se houver de demorar". A sua primeira missão nesse posto foi a construção da fortaleza de S. José de Bissau em 1766, para onde leva como subordinado António Carlos Andreis. Em 1776, os dois engenheiros desentendem-se e António Carlos Andreas é degredado para Cabo Verde. A 17 de novembro de 1766 Manuel Germano da Mata é promovido ao posto de tenente coronel de infantaria com o mesmo exercício de engenheiro, mantendo-se por mais seis anos ao serviço em Cabo Verde. Em ano incerto entre 1772 e 1779 Germano da Mata regressa à corte e falece [1].

Outras informações

Desenvolve a planta da Fortaleza de São José da Ilha de Bissau juntamente com o cartógrafo António José de Santa Ana Carneiro.

Obras

Cat. Cart. AHU Guiné: "tenente coronel engenheiro Manuel Germano da Matta e capitão de infantaria António Jozé de Sancta Anna Carneiro / 1773"

Planta da Fortaleza de São José da Ilha de Bissau,1773.

Notas

  1. Viterbo, Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol I, 418-419.

Fontes

PT/AHU/CARTM/049/00159

PT/AHU/CARTM/049/00158

Bibliografia

  • Pires, Fernando de Jesus Monteiro dos Reis. "Da Cidade da Ribeira Grande à Cidade Velha em Cabo Verde. Análise Histórico-Formal do Espaço Urbano. Séc. XV – Séc. XVIII." Praia: Câmara Municipal, 2004.
  • Viterbo, Francisco de Sousa. Diccionario Histórico e Documental dos Architectos, Engenheiros e Construtores Portugueses ou a serviço de Portugal, Vol I. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1899.

Ligações Externas


Autor(es) do artigo

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

Citar este artigo