Miguel de Paiva

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Miguel de Paiva
Outras Grafias EQUAL
Filho(s) António de Paiva, Rufina de Paiva
Morte c. 1645

Biografia

Dados biográficos

Carreira

Foi nomeado pintor régio, sucedendo a Domingos Vieira Serrão em alvará de 19 de agosto de 1632, tomando posse do cargo em outubro do ano seguinte. Esta nomeação foi confirmada por D. João IV em 1641[1]. Sucedeu-lhe António de Paiva, seu filho, a 24 de julho de 1645, pelo que se assume que terá morrido por esta data[2].

Outras informações

Obras

Referências bibliográficas

  1. Viterbo, Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal, 199-120.
  2. Viterbo, Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal (2ª série), 58-59.

Bibliografia e Fontes

  • Flor, Susana Varela e Flor, Pedro. Pintores de Lisboa. Séculos XVII-XVIII. A Irmandade de S. Lucas. Lisboa: Scribe, 2013.
  • Flor, Susana Varela. "Vias de introdução do “primeiro naturalismo” na pintura do século XVII em Portugal." In Visiones renovadas del Barroco iberoamericano, editado por María del Pilar López e Fernando Quiles. Vol. 1, 116-133. Sevilha: Universo Barroco Iberoamericano, 2016.
  • Serrão, Vítor. A pintura maneirista em Portugal. Lisboa: Instituto de Cultura e Língua Portuguesa/Ministério da Educação e das Universidades, 1991 (3ª ed.).
  • Serrão, Vítor. A pintura protobarroca em Portugal, 1612-1657: o triunfo do naturalismo e do tenebrismo. Lisboa: Edições Colibri, 2000.
  • Viterbo, Francisco de Sousa. Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1903.
  • Viterbo, Francisco de Sousa. Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1906 (2ª série).

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo