Pieter Perret

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Pieter Perret
Outras Grafias EQUAL
Nascimento
[[Antuérpia]]
Morte
[[Madrid]]
Sexo masculino

Biografia

Dados biográficos

Gravador de Antuérpia, nascido em meados do século XVI. Estudou em Roma com Cornelis Cort e, regressando ao seu país, foi gravador do duque da Baviera e do eleitor em Colónia, vivendo em Antuérpia. Aí gravou para Filipe II de Espanha dez grandes lâminas representando o Escorial que agradaram de tal forma ao rei que este o mandou vir para Madrid, nomeando-o seu gravador com o ordenado de cem ducados. Morreu em Madrid, Viterbo diz pouco depois de 1637[1].

Carreira

Fez um retrato de Fr. Luís de Sotto-Maior por encomenda de Frei Luís de Sousa, em 1602.

No catálogo da colecção de retratos de Barbosa Machado existe menção a outros retratos feitos por este autor, assinados Petrus Perret ou P. P., de Diogo de Paiva de Andrade, nos seus Sermões impressos em 1603, Ambrósio Nunes, no seu livro Ennarrationes in priores tres libros Aphorismarum Hypocratis, feito em 1602, Diogo de Couto, no mesmo ano, Fr. Bernardo de Brito, na Primeira Parte da Chronica de Cister e de D. Nuno Álvares Pereira.

Na obra Comentarios de los hechos del señor Alarcon, marqves de Valle Siciliana y de Renda por Antonio Suarez de Alarcon, existe um retrato de D. Hernando de Alarcon da sua autoria[2].

Outras informações

Obras

Referências bibliográficas

  1. Viterbo, A Gravura em Portugal. Breves apontamentos para a sua história, 12.
  2. Viterbo, A Gravura em Portugal. Breves apontamentos para a sua história, 13-14.

Bibliografia e Fontes

  • Ceán Bermúdez, Juan. Diccionario historico de los mas ilustres professores de bellas artes en España. Madrid: La viuda de Ibarra, 1800.
  • Gallego, Antonio. Historia del grabado en España. Madrid: Ediciones Cátedra, 1999.
  • Los Austrias. Grabados de la Biblioteca Nacional, catálogo de la exposición. Madrid: Biblioteca Nacional, 1993.
  • Viterbo, Francisco de Sousa. A Gravura em Portugal. Breves apontamentos para a sua história. Lisboa: Tipografia da Casa da Moeda e Papel Selado, 1909.T

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo