Rafael Bordalo Pinheiro

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Rafael Bordalo Pinheiro
Outras Grafias EQUAL
Pai Manuel Bordalo Pinheiro
Mãe D. Augusta Maria do Ó de Carvalho Prostes 
Filho(s) Manuel Gustavo Bordalo Pinheiro
Irmão(s) Columbano Bordalo Pinheiro, Maria Augusta Bordalo Pinheiro, Maria José Bordalo Pinheiro, Feliciano Henrique Bordalo Pinheiro, Manuel Maria Bordalo Pinheiro Júnior, Filomena Augusta Bordalo Pinheiro, Maria Amélia Bordalo Pinheiro, Tomás Maria Bordalo Pinheiro
Nascimento 21 de março de 1846
[[Lisboa]]
Morte 23 de agosto de 1905 (59 anos)
Sexo masculino

Biografia

Dados biográficos

Jornalista, desenhador, ilustrador, caricaturista e ceramista, filho do pintor Manuel Bordalo Pinheiro, irmão de Columbano Bordalo Pinheiro, pai de Manuel Gustavo Bordalo Pinheiro.

Viterbo menciona-o a propósito das palestras nocturnas da loja de modas do Chiado, fala do seu "talento embrionário" que já denunciava "as fulgurantes qualidades que o haviam de exaltar"[1].

Carreira

Outras informações

Obras

Referências bibliográficas

  1. Viterbo, Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal, 147.

Bibliografia e Fontes

  • A Louça das Caldas da Rainha: publicação feita por um grupo de amigos de Rafael Bordallo Pinheiro. Lisboa: Tipografia da Companhia Nacional Editora, 1899.
  • A obra de Raphael Bordallo Pinheiro: 2a exposição da Ilustração Portuguesa. Lisboa: [s.n.], 1907.
  • A Paixão de Cristo na obra de Rafael Bordalo Pinheiro. Caldas da Rainha: Museu de José Malhoa, 1985.
  • Baixella Barahona: um problema d'arte. Lisboa: Imprensa Portugueza, 1900.
  • Bandeiras, Carlos (textos), Bandas desenhadas de Rafael Bordalo Pinheiro 1892-1904: histórias em quadrosinhos d'O Comércio do Porto Ilustrado e Diário de Notícias Ilustrado. Lisboa: Aventura Gráfica, 1996.
  • Bebiano, Pedro, "Rafael Bordalo Pinheiro, Leandro Braga, Frederico Ribeiro e o mobiliário oitocentista com azulejos." Margens e confluências 10 (Dezembro 2005): 26-35.
  • Brandão, Ecyla Castanheira, Pintura portuguesa do Museu Nacional de Belas Artes, acervo. Rio de Janeiro: Fundação Cultural Brasil-Portugal, 1990.
  • Chaves, Luís, A inspiração folclórica na obra de Rafael Bordalo Pinheiro. Lisboa: José Fernandes Júnior, 1937.
  • Cotrim, João Paulo (textos), Raphael Bordallo Pinheiro aos quadradinhos. Lisboa: Câmara Municipal, 1996.
  • Cotrim, João Paulo, Rafael Bordalo Pinheiro - Fotobiografia. Lisboa: Assírio & Alvim, 2005.
  • Couto, Matilde Tomaz, Artistas do Grupo do Leão, exposição do Centenário. [Lisboa]: Ministério da Cultura. Secretaria de Estado da Cultura. Instituto Português do Património Cultural, 1981.
  • Dantas, Júlio, Raphael Bordallo Pinheiro: a sua vida e a sua obra. Lisboa: [s.n., 1907].
  • França, José-Augusto, "Zé Povinho na obra de Rafael Bordalo Pinheiro 1875/1904." Lisboa: Bertrand, 1975.
  • França, José-Augusto, "Burnay o financeiro: na obra de Rafael Bordalo Pinheiro." Colóquio. Artes 2, nº 25 (Dezembro 1975): 41-48.
  • França, José-Augusto, "Rafael Bordallo Pinheiro: caricaturista político." Lisboa: Terra Livre, 1976.
  • França, José-Augusto, "Rafael Bordalo Pinheiro no Brasil." Colóquio. Artes 2, nº 38 (Setembro 1978): 5-15.
  • França, José-Augusto, Rafael Bordalo Pinheiro. Lisboa: Livraria Bertrand, 1981.
  • França, José-Augusto, "A liberdade de imprensa e a vida e obra de Rafael Bordalo Pinheiro: Rafael Bordalo Pinheiro ou o jornalismo tal e qual." In A liberdade de imprensa texto de José Augusto França et al., 13-25. Lisboa: Conselho de Imprensa, 1985.
  • França, José-Augusto, "Rafael Bordalo Pinheiro e a sociedade do seu tempo." Colóquio. Artes 2, nº 74 (Setembro 1987): 18-19.
  • França, José-Augusto, "Rafael Bordalo Pinheiro na reabertura do seu museu." ICALP 16-17 (Junho-Setembro 1989): 136-145.
  • França, José-Augusto, A Arte em Portugal no Século XIX. Lisboa: Bertrand Editora, 1990.
  • França, José-Augusto, Rafael Bordalo Pinheiro. O Português tal e qual. Lisboa: Livros Horizonte, 2007.
  • Ilustradores do século XIX: gravura. Lisboa: SNBA, 1966.
  • Horta, Cristina Ramos (coord.), Rafael Bordalo Pinheiro e a fábrica de faianças das Caldas da Rainha (1884-1905). [Lisboa]: Instituto Português de Museus: Museu de Cerâmica, 2005.
  • Lima, Jaime de Magalhães, Rafael Bordalo Pinheiro: moralizador político e social. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1925.
  • Machado, Rogério, Dias, Aida Sousa, A Cerâmica de Rafael Bordalo Pinheiro. Porto: Lello Editores, 2009.
  • Madeira, Susana Cristina Gomes, "A colecção de cerâmica do Museu Bordalo Pinheiro. Proveniências, uma história sentimental." Dissertação de Mestrado, Universidade Nova de Lisboa, 2017.
  • Medina, João, "Eça e Rafael. Rafael Bordalo Pinheiro, modelo do pintor Camilo Serrão, personagem de Eça d'A Tragédia da Rua das Flores?" Artis 1, nº 6 (2007).
  • Moita, Irisalva (orgn.), Fontes Pereira de Melo nas caricaturas de Bordalo Pinheiro: exposição comemorativa da morte de António Maria de Fontes Pereira de Melo, 1887-1987. Lisboa: Museu Rafael Bordalo Pinheiro, 1988.
  • Moreira, Maria da Assunção Júdica e Albuquereque, Maria da Graça (coord.), Rafael Bordalo Pinheiro: ontem e hoje. Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa-Gabinete de Estudos Olisiponenses, 1993.
  • Pereira, Fernando António Baptista, Coutinho, Maria Isabel Pereira e Figueiredo, Maria Rosa (coord.), A arte e o mar. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1998.
  • Pinto, Manuel de Sousa, Três figuras Caldenses. Caldas da Rainha: Gazeta das Caldas, 1928.
  • Santos, Ary, Rafael Bordalo Pinheiro e Eça de Queirós. Lisboa: [s.n.], 1956.
  • Silva, Raquel Henriques, O Zé Povinho de Rafael Bordalo Pinheiro: Uma iconologia de ambivalência. Lisboa: Colibri, 2007.
  • Viterbo, Francisco de Sousa. Notícia de Alguns Pintores Portuguezes e de outros que sendo estrangeiros exerceram a sua arte em Portugal. Lisboa: Tipografia da Academia Real das Ciências, 1903.

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo