Real Fábrica de Louças do Rato

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Real Fábrica de Louças do Rato
(valor desconhecido)
Outras denominações valor desconhecido
Tipo de Instituição Ensino civil, outra
Data de fundação 1 agosto 1767
Data de extinção 1835
Paralisação
Início: valor desconhecido
Fim: valor desconhecido
Localização
Localização Real Fábrica das Sedas, Lisboa,-
Antecessora valor desconhecido

Sucessora valor desconhecido


História

Fábrica fundada no Rato por ordem do Marquês de Pombal, começou por estar anexa à Real Fábrica das Sedas. Foi fundada a 1 de agosto de 1767 e teve como primeiro director o italiano Tomás Brunetto.

O seu segundo director foi Sebastião Inácio de Almeida,  nomeado em 1771, com Severino José da Silva como contra-mestre. A 19 de dezembro de 1777 foram estabelecidas as condições para que Sebastião Inácio tomasse a fábrica por sua conta.

Em 1779 a Junta do Comércio voltou a tomar conta dela[1].

A 27 de fevereiro de 1829 o brigadeiro Francisco António Raposo foi encarregado da administração e melhoramento da fábrica[2].

Outras informações

Professores

Curricula

Notas

  1. Francisco de Sousa Viterbo, Exposição d’Arte Ornamental. Notas ao Catalogo. (Lisboa: Imprensa Nacional, 1883), 29.
  2. http://digitarq.arquivos.pt/details?id=4382411 consultado a 13 de setembro de 2017

Fontes

Bibliografia

Neves, José Acúrcio, <i>Noções históricas, económicas e administrativas sobre a produção e manufactura das sedas em Portugal, e particularmente sobre a Real Fábrica das Sedas do subúrbio do Rato e suas anexas.</i> Lisboa: Impressão Régia, 1827.

Viterbo, Francisco de Sousa, <i>Exposição d’Arte Ornamental. Notas ao Catalogo</i>. Lisboa: Imprensa Nacional, 1883.

Ligações Internas

Para consultar as pessoas relacionadas com esta instituição, nomeadamente professores e alunos, siga o link:

Categoria: Real Fábrica de Louças do Rato

Ligações Externas

Fundo documental da Real Fábrica da Louça do Rato In Digitarq.

http://www.fress.pt/Default.aspx?Tag=CONTENT&ContentId=23

Autor(es) do artigo

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

Citar este artigo