Sacrário da Sé do Porto

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search
Sacrário
Autor Manuel Teixeira (1632), Manuel Guedes (1632-1651), Bartolomeu Nunes (1650-1651), Manuel de Sousa (1671)
Data 1632-1671?
Género Ourivesaria
Técnica Prata
Encomendador confraria do Santíssimo Sacramento da Sé do Porto
Localização Capela do Santíssimo Sacramento da Sé, Porto

Descrição

DÚVIDAS Será que no caso de capelas, como esta ou a de São João Baptista em São Roque, vale a pena criar páginas para as peças individuais dentro de uma mesma categoria (ex. Categoria: Sé do Porto --> Subcategoria: Capela do Santíssimo Sacramento --> Página: Sacrário da Sé do Porto ? Ou dever-se-ia criar uma página apenas e colocar as várias componentes, dado que são todas fruto de uma mesma encomenda, como subtítulos (ver página de exemplo Capela do Santíssimo (Sé do Porto)) ou criar-se uma página para a Sé do Porto e listar as várias componentes como subtítulos com as páginas lá dentro (ver exemplo Sé do Porto).

Historial

A obra começou a 31 de maio de 1632 quando foram contratados os ourives de Lamego, Manuel Teixeira e Manuel Guedes, recebendo 2000 réis de ajuda de custo para transferirem a sua residência para o Porto.

A 28 de novembro de 1639 foi entregue o primeiro corpo do sacrário.

A 13 de maio de 1641 entregou-se a segunda parte.

A 13 de junho de 1647 a terceira parte foi entregue.

A 4 de junho de 1651 foi entregue o quarto e último corpo do sacrário, mas a obra não acabou por aqui. Em 1671, Manuel de Sousa estava a trabalhar na execução do sacrário para a capela do Santíssimo Sacramento da Sé do Porto. Foram-lhe entregues dois pedestais que já não serviam, para se continuar a terceira varanda.

Notas

Bibliografia e Fontes

  • Biblioteca Municipal do Porto, Livro da da (sic) Reseitta e despeza da obra do Sacrario do Santissimo Sacramento da See desta cidade: mordomos João de figueiroa e Baltezar Pinto Aranha; escrivão Jeronymo Pinheiro, que comesa do Anno de 1632 Annos.

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

DOI

Citar este artigo