Botão

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search

Definição

Bolsinha de tecido; pedaço de pau, osso ou dente, revestido a tecido, pele ou outro material; metal ou metal precioso; plástico, que serve para juntar e fechar uma parte de uma peça de vestuário com outra, através de uma casa.

Tem a mesma função que a agulheta ; a ataca,

É uma novidade de finais do século XIII, que marca a passagem do vestuário drapeado ao aderente que, em grande parte, tornou possível, já que permite cortar e coser o tecido como forma de modelar o vestuário. As mangas, inclusivamente, eram muitas vezes peças separadas e apertadas aos corpetes através de botões. Os botões, especialmente os que incorporavam metal ou pedras preciosas, eram muito valorizados e reutilizados em diferentes peças de vestuário. Muitas vezes de prata, e até de ouro, foram frequentemente referidos nos inventários[1].

A importância dos botões foi crescendo, uma vez que sem os botões seria difícil vestir ou despir fatos justos. No entanto, a sua existência remonta a muitos séculos anteriores: conhece-se, no Museu do Louvre, um fato copta do século IX, com botões e botoeira[2].

Referências documentais

Outras informações

Também há o botão de espada preta que guarnece a ponta, e o botão que segura a corda da arpa[3].

Notas

  1. Muzzarelli, Gli inganni delle apparenze, 33. (cf. Glossário Portas Adentro)
  2. Palla, Do essencial e do Supérfluo, 32.
  3. Bluteau, Vocabulário Português e Latino, letra B: 168.

Fontes

Bibliografia

Bluteau, Rafael. Vocabulário Português e Latino… Vol. 2. Coimbra: Colégio das Artes da Companhia de Jesus, 1712-1728.

Muzzarelli, Maria Giuseppina. Gli inganni delle apparenze. Disciplina di vesti e ornamenti alla fine del Medioevo. Torino: Scriptorium, 1996.

Palla, Maria José. Do essencial e do Supérfluo. Estudo lexical do traje e adornos em Gil Vicente. Lisboa: Editorial Estampa, 1992.

Ligações Externas

Glossário Portas Adentro, ICS-uMinho

Autor(es) do artigo

  • André Filipe Neto e Maria Teresa Oliveira (bolseiros de iniciação à investigação)

Projeto eViterbo, CHAM - Centro de Humanidades NOVA FCSH, 2017-18;

  • Andreia Fontenete Louro (bolseira de iniciação à investigação)

Projeto DRESS, 2019;

  • Inês Amaral Canhão (bolseira de iniciação à investigação)

Projeto Verão com Ciência, 2022;

Financiamento

VESTE _ Vestir a corte: traje, género e identidade(s), Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito da Norma Transitória - DL 57/2016/CP1453/CT0069.

DRESS _ Desenhar a moda das fontes quinhentistas, Fundação Calouste Gulbenkian, Projetos de Investigação em Língua e Cultura Portuguesa 2018, Ref.: 227751.

Verão com Ciência FCT, 2022.

DOI

Citar este artigo