Constantino José de Brito

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Constantino José de Brito
Nome completo Constantino José de Brito
Outras Grafias valor desconhecido
Pai José Ignácio de Brito
Mãe Juliana Luísa de Miranda Henriques
Cônjuge valor desconhecido
Filho(s) valor desconhecido
Irmão(s) valor desconhecido
Nascimento 10 novembro 1836
Pondá, Goa, Índia
Morte 1914
Lisboa, Lisboa, Portugal
Sexo valor desconhecido
Religião valor desconhecido
Data Fim: 1858

Formação Engenharia civil
Data Fim: 1867
Postos
Data Início: 1851
Arma Infantaria

Posto Tenente
Data Início: 1873
Cargos
Data Início: 1859

Cargo Director
Data Início: 15 de agosto de 1881
Fim: 14 de novembro de 1884
Actividade
Data Início: 23 de julho de 1884
Fim: 14 de novembro de 1884
Local de Actividade Timor


Biografia

Dados biográficos

Constantino José de Brito era filho de José Ignácio de Brito e de Julinana Luísa de Miranda Henriques, nasceu em Pondá, Goa, onde o seu pai que era militar estava colocado. Neto de Henrique Carlos Henriques.

Casado a 19.04.1869 com D. Maria José de Bettencourt Lapa, filha do Visconde Vila nova de Ourém, escritora.

Teve dois filhos ilegítimos com Maria Joana Fialho, alentejana, o mais velho chamava-se José Emilio, o segundo faleceu novo.

Carreira

Estudou na Escola Matemática e Militar de Goa.

Foi para Portugal em 1858 (abreu refere 1857), onde estudou na Escola Politécnica de Lisboa. Formou-se em Engenharia Civil no ano de 1867. Integrou o Corpo de Engenheiros da Índia em 1859 mas nunca chegou a exercer funções no território goês. Passou para o Exército de Portugal em 1871, sendo promovido a Tenente em 1873.

Director das Obras Públicas de Macau e Timor (1881), onde o seu trabalho mereceu diversos louvores mas de onde acabou exonerado por divergências com o Governador Tomás de Souza Rosa.

Era colaborador de diversos jornais goeses.

Outras informações

Obras

Igreja de Nossa Senhora do Carmo, Taipa, Macau

Abastecimento de água a Macau

Farol da Guia, Macau

Projecto para Quartel em Díli, Timor

Projecto para Hospital, Timor

Projecto para rede viaria, Timor

Para além destas obras que terá realizado enquanto Director das Obras Públicas colaborou activamente com Tancredo Cazal Ribeiro na arborização da cidade e nas obras do Porto de Macau com Adolfo Loureiro.

Sob o pseudónimo de Luiz da Providência, escreveu o romance “A neta do cosinheiro“.

Notas


Fontes

Esclarecimento apresentado pelo Director das Obras Públicas, Constantino José de Brito acerca dos vários estudos de construção a fazer no distrito de Timor. 7-7-1884. In COMISSÃO NACIONAL PARA AS COMEMORAÇÕES DOS DESCOBRIMENTOS PORTUGUESES. Boletim da Filmoteca Ultramarina Portuguesa. (Edição em CD-ROM), nº 19.

Forjaz, Jorge. Noronha, José Francisco de. Os Luso-Descendentes da Índia Portuguesa. Lisboa: Fundação Oriente, 2003. Vol I, p. 307.

Galvão, Alexandre Lopes. A Engenharia Portuguesa na moderna obra da colonização. Lisboa: Agência Geral das Colónias, 1940, pp. 260-261.

Informação annoal dos Officiaes do Corpo de Engenheiros, Relativo a 1860 e referido ao 1º de Janeiro de 1861. In AHU. Nº Ordem 2090. Cód 1L.

Informação annoal dos Officiaes do Corpo de Engenheiros, Relativo a 1863 e referido ao 1º de Janeiro de 1864. In AHU. Nº Ordem 1868. Cód 1L.

Informação annoal dos Officiaes do Corpo de Engenheiros, Relativo a 1868 e referido ao 1º de Janeiro de 1869. In AHU. Nº Ordem 1876. Cód 1L.

Ofício de 14-2-1882. In COMISSÃO NACIONAL PARA AS COMEMORAÇÕES DOS DESCOBRIMENTOS PORTUGUESES. Boletim da Filmoteca Ultramarina Portuguesa. (Edição em CD-ROM), nº 28.

Processo Individual. AH-MOPTC.

Bibliografia

Cabral de Oliveira, Luís Pedroso de Lima , Reflexos da Índia de oitocentos em “A neta do cozinheiro”, comunicação apresentada no III CONGRESSO INTERNACIONAL DO LIA - Laboratório de Interlocuções com a Ásia Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Universidade de São Paulo, 18 a 20 de Outubro de 2017.  

Faria, Alice Santiago. L’Architecture Coloniale Portugaise à Goa. Le Département Des Travaux Publics, 1840-1926. Saarbrücken: Presses Académiques Francophones, 2014, p. 543. 

Faria, Alice Santiago. “A neta do cosinheiro“ como apontamento autobiográfico de Constantino José de Brito, comunicação apresentada no IV CONGRESSO INTERNACIONAL DO LIA - Laboratório de Interlocuções com a Ásia Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Universidade de São Paulo, 1 a 3 de Outubro de 2018.

Abreu, Miguel Vicente de. Noção de alguns filhos distinctos da India Portugueza “Que se illustraram fora da patria.” Nova-Goa, Impr. Nacional, 1874, p.18

Galvão, João Alexandre Lopes. A Engenharia Portuguesa Na Moderna Obra de Colonização. Lisboa: Agência Geral das Colónias, 1940, 260-261.

Ligações Externas

Constantino José de Brito VIAF ID


Autor(es) do artigo

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

Citar este artigo