João Ferreira da Maia

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


João Ferreira da Maia
Nome completo João António Ferreira da Maia
Outras Grafias João António Ferreira Maia
Pai José António Ferreira Maia
Mãe Margarida Rosa Maia
Cônjuge Maria de Conceição da Fonseca
Filho(s) João António Ferreira Maia Júnior
Irmão(s) valor desconhecido
Nascimento 15 abril 1846
Valença do Minho, Viana do Castelo, Portugal
Morte 12 junho 1884
Luanda, Luanda, Angola
Sexo Masculino
Religião Cristã
Residência
Residência Moçambique
Data Início: 1876
Fim: 1879

Residência Angola
Data Início: 1881
Fim: 1884

Residência Valença do Minho, Viana do Castelo, Portugal
Data Início: 15 de abril de 1846
Formação
Formação Filosofia
Data Início: 1868
Fim: 1872
Instituição de Formação Universidade de Coimbra
Local de Formação Coimbra, Coimbra, Portugal

Formação Matemática
Data Início: 1868
Fim: 1872
Instituição de Formação Universidade de Coimbra
Local de Formação Coimbra, Coimbra, Portugal

Formação Engenharia Militar
Data Início: 1872
Fim: 1876
Local de Formação Lisboa, Lisboa, Portugal
Postos
Posto Alferes
Data Início: 1872
Fim: 1876
Arma Engenharia

Posto Tenente
Data Início: outubro de 1876
Fim: fevereiro de 1881
Arma Engenharia

Posto Capitão
Data Início: fevereiro de 1881
Arma Engenharia
Cargos
Cargo Engenheiro de 2ª Classe
Data Início: 1876
Fim: outubro de 1876

Cargo Chefe de secção
Data Início: outubro de 1876
Fim: fevereiro de 1880

Cargo Director
Data Início: 1881
Fim: 1884

Cargo Presidente
Actividade
Actividade Inspecção
Local de Actividade Angola

Biografia

Dados biográficos

João António Ferreira Maia, também conhecido por João António Ferreira da Maia, nasceu a 15 de Abril de 1846 na freguesia e concelho de Valença do Minho, no distrito de Viana do Castelo. Era filho legítimo de José António Ferreira Maia, alferes do Batalhão de Caçadores nº 7, natural da freguesia de Grijó, e de Dona Margarida Rosa Maia, natural da referida freguesia de Valença. Era neto paterno de António José Pereira Maia e de sua mulher Ana de Jesus Moreira, naturais da freguesia de Grijó, e neto materno de Manuel José de Brito e de Maria Joana Rodrigues, naturais de Valença. Foram seus padrinhos de baptismo João Alves Cortez, capitão do Batalhão de Caçadores nº 7, e sua mulher Dona Joaquina Rosa Cortez, ambos naturais de Vila Real[1].

Celebrou o seu casamento a 21 de Setembro de 1872 com Dona Maria da Conceição Pereira da Fonseca[2], do qual resultou, pelo menos, o nascimento de um filho João António Ferreira Maia Júnior[3], baptizado em Santa Cruz de Coimbra a 28 de Novembro de 1867[4]. Este, alferes do Exército em comissão no Ultramar, casou a 28 de Outubro de 1893 em Santa Isabel de Lisboa com Eduarda Augusta Maia de Sousa, sua parente em segundo grau de consanguinidade, filha de Eduardo Henrique de Sousa e de Maria dos Anjos Maia[5].

João Ferreira da Maia realizou a sua educação com a frequência na Escola Politécnica de Lisboa[6] e na Universidade de Coimbra. Nesta última, foi bacharel do curso filosófico e do curso matemático, tendo sido premiado no primeiro ano de Matemática, no ano letivo de 1868-1869[7][8]. Em 1872, matriculou-se no curso de engenharia militar da Escola do Exército[6]. Obteve 15,3 valores no ano académico de 1874-1875[9]. No ano seguinte, terminou o curso em comissão na Direção Geral de Engenharia[10].

Carreira

A carreira de João António Ferreira Maia começou em Setembro de 1869[2], ano em que estabelecera residência no Largo do Lyceu nº 7 em Coimbra[7]. Em Maio de 1875, enquanto aluno do Batalhão de Caçadores nº 9, Q2906foi integrado no Regimento de Infantaria nº 16[11]. Em Janeiro de 1876, detinha o posto de alferes engenheiro[2].

Nesse ano, foi requisitado, pelo Ministério da Guerra, para servir nas Obras Públicas de Moçambique[10], enquanto segundo engenheiro com um importância de 2:682$000[12]. Foi promovido a tenente de engenharia em Outubro de 1876[13], e nomeado chefe da secção de Lourenço Marques ainda nesse ano. Durante esse período, participou no dessecamento dos pântanos de Lourenço Marques[14]. Após uma querela com o governador geral, que lhe negou o primeiro pedido, João Ferreira da Maia acabou por ser exonerado da Direção das Obras Públicas de Moçambique em Fevereiro de 1880[15]. Regressou à metrópole e foi substituído pelo condutor de 1ª classe Jeremias Wheelhouse[16].

Em 1881, foi dispensado da Secretaria da Guerra e regressou a Angola, onde desempenhou o cargo de diretor na Direcção das Obras Públicas de Angola, que havia solicitado em Janeiro desse ano[16]. Nesse mesmo ano, realizou a obra do Hospital Maria Pia em Luanda[17], conhecendo-se ainda outras obras desenvolvidas por João Ferreira da Maria em datas não apuradas, a saber: a exploração do asfalto do Lubango; o corte de estacas nas lagoas do Lage para a construção da ponte de Ambriz, em Bengo; e a inspeção da ponte sobre o rio Lucala[14]. Em Fevereiro de 1881, então, tenente do Estado Maior de engenharia e director das Obras Públicas de Angola, foi promovido a capitão[18].

Faleceu em Luanda, em Angola, no dia 12 de Junho de 1884 com um "ataque cerebral complicado". É claro na correspondência que anuncia a sua morte que o major era querido e admirado pelos seus colegas: "Vítima de uma dedicação pelo serviço, e do mundo que se interessava pela causa pública". Segundo Jerónimo Ferreira de Amaral, terá falecido devido aos trabalhos árduos que teve de desempenhar no Ultramar[14].

Outras informações

Em Julho de 1872, recebeu a condecoração de Cavaleiro da Ordem de São Bento de Avis. Era, então, alferes aluno, soldado no Batalhão de Caçadores nº 9[19]. Em Março de 1879, foi agraciado com a Ordem Militar dos Cavaleiros de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, pelo serviço que prestou numa comissão para que fora encarregado pelo governador do distrito de Lourenço Marques[20].

Da sua passagem pelas Obras Públicas de Moçambique, mais precisamente em 1876, conhece-se a sua colaboração com o condutor Augusto César Simões[10].

Foi presidente da Câmara Municipal de Lourenço Marques em data não apurada[14].

Obras

(1876), Dessecamento dos pântanos de Lourenço Marques.

(1881), Hospital Maria Pia em Luanda.

(????), Exploração do asfalto do Lubango.

(????), Construção da ponte de Ambriz.

(????), Inspeção da ponte sobre o rio Lucala.

Notas

  1. Arquivo Distrital de Viana do Castelo. Valença. Paróquia de Valença. Baptismos, 05-02-1844/20-07-1857, fl. 53v..
  2. 2,0 2,1 2,2 Arquivo Histórico Ultramarino. 768/1. 1D. MU. Cx. 1876-1932. Processos Individuais. ANG. "João Ferreira da Maia - Tabela sobre João Ferreira Maia de 1876, Obras Públicas de Moçambique”.
  3. Assim designado em Carta de Lei de 4 de Agosto de 1887, Diário do Governo, no. 174, 18 de Agosto de 1887, 1731; Preposição de Lei n.º 20 de 13 de Agosto de 1887, Diário do Governo, no. 182, 18 de Agosto de 1887, 1820.
  4. O assento de baptismo, cuja data é mencionada no seu assento e casamento, não foi localizado nos anos de 1867 e 1868.
  5. Arquivo Nacional da Torre do Tombo. Lisboa. Paróquia de Santa Isabel. Casamentos, 1886/1893, fl. 212v.-213, nº 169.
  6. 6,0 6,1 Arquivo Histórico Militar. Lista dos Alunos das Escolas Militares - Academia de Fortificação, Escola do Exército, Escola de Guerra e Escola Militar (1790 a 1940), proc. 2263, mç. 29, L 8, fl. 93, nº 2320.
  7. 7,0 7,1 Anuário da Universidade de Coimbra 1868-1869. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1868.
  8. Relação dos premios, partidos e accessits de 8 de Dezembro de 1868, Diário do Governo, no. 291, 22 de Dezembro de 1868, 2957.
  9. Portaria de 28 de Dezembro de 1875, Diário do Governo, no. 1, 3 de Janeiro de 1876, 7.
  10. 10,0 10,1 10,2 Arquivo Histórico Ultramarino. 768/1. 1D. MU. Cx. 1876-1932. Processos Individuais. ANG. "João Ferreira da Maia - Requisições do Ministério da Guerra ao Ministério da Marinha”.
  11. Decreto, Diário do Governo, no. 102, 8 de Maio de 1875, 847.
  12. Relação nominal do pessoal nomeado para as obras públicas da provincia de Moçambique, 27 de Junho de 1878, Diário do Governo, no. 151, 10 de Julho de 1878, 1645; Nota das importancias abonadas por adiantamento aos empregados das obras publicas da provincia de Moçambique, 27 de Junho de 1878, Diário do Governo, no. 151, 10 de Julho de 1878, 1645.
  13. Decreto de 4 de Outubro de 1876, Diário do Governo, no. 229, 11 de Outubro de 1876, 1906.
  14. 14,0 14,1 14,2 14,3 Arquivo Histórico Ultramarino. 768/1. 1D. MU. Cx. 1876-1932. Processos Individuais. ANG. "João Ferreira da Maia - Carta sobre o falecimento de João Ferreira da Maia”.
  15. Decreto de 19 de Fevereiro de 1880, Diário do Governo, no. 41, 23 de Fevereiro de 1880, 477.
  16. 16,0 16,1 Arquivo Histórico Ultramarino. 768/1. 1D. MU. Cx. 1876-1932. Processos Individuais. ANG. "João Ferreira da Maia - Cartas de Julho de 1879, Moçambique”.
  17. Helena Gonçalves Pinto, "Hospital Maria Pia". Visualizado em 22 Dezembro, 2022.
  18. Decreto de 26 de Janeiro de 1881, Diário do Governo, no 30, 9 de Fevereiro de 1881, 349.
  19. Decreto de 20 de Junho de 1872, Diário do Governo, no 162, 23 de Julho de 1872, 1100.
  20. Despacho de 13 de Março de 1879, Diário do Governo, no. 60, 15 de Março de 1879, 541.

Fontes

Anuário da Universidade de Coimbra 1868-1869. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1868.

Arquivo Distrital de Viana do Castelo. Valença. Paróquia de Valença. Baptismos, 05-02-1844/20-07-1857, fl. 53v..

Arquivo Histórico Militar. Lista dos Alunos das Escolas Militares - Academia de Fortificação, Escola do Exército, Escola de Guerra e Escola Militar (1790 a 1940), proc. 2263, mç. 29, L 8, fl. 93, nº 2320.

Arquivo Histórico Ultramarino. 768/1. 1D. MU. Cx. 1876-1932. Processos Individuais. ANG. "João Ferreira da Maia - Carta sobre o falecimento de João Ferreira da Maia”.

Arquivo Histórico Ultramarino. 768/1. 1D. MU. Cx. 1876-1932. Processos Individuais. ANG. "João Ferreira da Maia - Cartas de Julho de 1879, Moçambique”.

Arquivo Histórico Ultramarino. 768/1. 1D. MU. Cx. 1876-1932. Processos Individuais. ANG. "João Ferreira da Maia - Requisições do Ministério da Guerra ao Ministério da Marinha”.

Arquivo Histórico Ultramarino. 768/1. 1D. MU. Cx. 1876-1932. Processos Individuais. ANG. "João Ferreira da Maia - Tabela sobre João Ferreira Maia de 1876, Obras Públicas de Moçambique”.

Arquivo Nacional da Torre do Tombo. Lisboa. Paróquia de Santa Isabel. Casamentos, 1886/1893, fl. 212v.-213, nº 169.

Carta de Lei de 4 de Agosto de 1887, Diário do Governo, no. 174, 18 de Agosto de 1887, 1731.

Decreto, Diário do Governo, no. 102, 8 de Maio de 1875, 847.

Decreto de 4 de Outubro de 1876, Diário do Governo, no. 229, 11 de Outubro de 1876, 1906.

Decreto de 19 de Fevereiro de 1880, Diário do Governo, no. 41, 23 de Fevereiro de 1880, 477.

Decreto de 20 de Junho de 1872, Diário do Governo, no 162, 23 de Julho de 1872, 1100.

Decreto de 26 de Janeiro de 1881, Diário do Governo, no 30, 9 de Fevereiro de 1881, 349.

Despacho de 13 de Março de 1879, Diário do Governo, no. 60, 15 de Março de 1879, 541.

Portaria de 28 de Dezembro de 1875, Diário do Governo, no. 1, 3 de Janeiro de 1876, 7.

Preposição de Lei n.º 20 de 13 de Agosto de 1887, Diário do Governo, no. 182, 18 de Agosto de 1887, 1820.

Nota das importancias abonadas por adiantamento aos empregados das obras publicas da provincia de Moçambique, 27 de Junho de 1878, Diário do Governo, no. 151, 10 de Julho de 1878, 1645.

Relação dos premios, partidos e accessits de 8 de Dezembro de 1868, Diário do Governo, no. 291, 22 de Dezembro de 1868, 2957.

Relação nominal do pessoal nomeado para as obras públicas da provincia de Moçambique, 27 de Junho de 1878, Diário do Governo, no. 151, 10 de Julho de 1878, 1645.

Bibliografia

Galvão, João Alexandre Lopes. A Engenharia Portuguesa Na Moderna Obra de Colonização. Lisboa: Agência Geral das Colónias, 1940, 272.

Helena Gonçalves Pinto, "Hospital Maria Pia". Visualizado em 22 Dezembro, 2022.

Ligações Externas

Arquivo da Universidade de Coimbra, Índice dos alunos da Universidade de Coimbra, Letra M. João António Ferreira Maia.

Autor(es) do artigo

Mariana Nicolau

https://orcid.org/0000-0002-1454-1794


Sandra Osório da Silva

Departamento de História, FCSH, Universidade Nova de Lisboa

https://orcid.org/0000-0001-7529-5008

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

https://doi.org/10.34619/drqz-gziq

Citar este artigo

Nicolau, Mariana e Sandra Osório da Silva. "João Ferreira da Maia", in eViterbo. Lisboa: CHAM - Centro de Humanidades, FCSH, Universidade Nova de Lisboa, 2022. (última modificação: 11/07/2024). Consultado a 23 de julho de 2024, em https://eviterbo.fcsh.unl.pt/wiki/Jo%C3%A3o_Ferreira_da_Maia. DOI: https://doi.org/10.34619/drqz-gziq