Aula de Artilharia de Goa

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search


Aula de Artilharia de Goa
(valor desconhecido)
Outras denominações valor desconhecido
Tipo de Instituição Ensino militar
Data de fundação 1776
Data de extinção 1817
Paralisação
Início: valor desconhecido
Fim: valor desconhecido
Localização
Localização Goa, Índia
Início: 1776
Fim: 1817
Antecessora valor desconhecido

Sucessora Academia Militar de Goa


História

A Aula de Artilharia de Goa terá surgido, como a Aula de Navegação, na sequência da provisão do Conselho Ultramarino de 10 de Janeiro de 1733, que mandou aplicar em Goa, o decreto de 24 de dezembro de 1732 que criou no Reino várias academias militares.  

No que diz respeito à Aula de Artilharia, existem referência contraditórias sobre a sua criação. Por um lado Barreto Miranda e José António Ismael Garcias[1] referem que terá sido criada por Alvará de 28 de Abril de 1773, ao mesmo tempo que foi organizado o regimento de Artilharia, "mandando estabelecel-a na fortaleza de N.S. do Cabo."[2]

Porém só se deve ter efectivamente iniciado a 2 Janeiro de 1776 sob a direcção de João Baptista Vieira Godinho e a funcionar no quartel de Gaspar Dias em St. Inês, uma vez que a Fortaleza do cabo não tinha condições.  Isso mesmo refere Sampaio, que menciona que a aula teria sido estabelecida em 1776, por determinação régia, começando a funcionar sob direcção de João Baptista Vieira Godinho[3].

Outras informações

Professores

Curricula

Garcias refere "Fortaleza de Nossa Senhora do Cabo seja logo estabalecida huma aula, na qual se ditem lições de tudo o que pertence á profissão d'artilharia pelo menos 3 dias em cada semana, hora e meia de manhã, e meia hora de tarde: Sendo o lente della oficial que mias habil e idoneo parecer ao Governador e Capitão geral, quando eu não nomear immediatamente, consultando-me sempre o lente que lhe parecer mais ideoneo, com as  declarações das qualidades que nelle concorrem; e vencendo o mesmo lente, além do soldo ordinario do posto, que tiver, meio soldo de mais, em gratificação do seu trabalho..." [1]

Notas

  1. 1,0 1,1 Gracias, José António Ismael. “Aula de Artilharia Em Goa.” O Oriente Português XIV, no. 5–6 (1917): 107–18.
  2. Miranda, Jacintho Caetano Barreto. Quadros Históricos de Goa. Tentativa Histórica. 2 vols. Margão: Typografia do Ultramar, 1864, Vol. II, 87
  3. Sampaio “Breve Notícia Da Origem e Divulgação Dos Estudos Superiores Em Goa",111

Fontes

Azevedo, Manoel Felicisimo Louzada d’Araujo d’. “Segunda Memória Descriptiva e Estatistica Das Possessões Portuguezas Na Asia e Seu Estado Actual. In.” ''Annaes Marítimos e Coloniais'' 1<sup>a</sup>série, n.1, 1842, p.8

Bibliografia

Ligações Internas

Para consultar as pessoas relacionadas com esta instituição, nomeadamente professores e alunos, siga o link:

Categoria: Aula de Artilharia de Goa

Ligações Externas

Autor(es) do artigo

Alice Santiago Faria

Financiamento

Fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto TechNetEMPIRE | Redes técnico-científicas na formação do ambiente construído no Império português (1647-1871) PTDC/ART-DAQ/31959/2017

DOI

https://doi.org/10.34619/9pjl-ls4f

Citar este artigo

Faria, Alice Santiago. "Aula de Artilharia de Goa", in eViterbo. Lisboa: CHAM - Centro de Humanidades, FCSH, Universidade Nova de Lisboa, 2022. (última modificação: 21/12/2023). Consultado a 24 de junho de 2024, em https://eviterbo.fcsh.unl.pt/wiki/Aula_de_Artilharia_de_Goa. DOI: https://doi.org/10.34619/9pjl-ls4f